Cloud9 e Team WE disputaram neste domingo (22) a última vaga das semifinais do Mundial 2017 de LoL. A Team WE consegue levar a melhor e acaba com a esperança do ocidente em ter algum representante na próxima etapa da competição.

Mystic brilha com seu Kog

A Cloud9 faz um bom draft e trás Aurelion Sol para dar ritmo ao jogo com sua boa movimentação para as rotas laterais e também boa pressão de lane, além da Caitlyn, que se mostrou uma ótima atiradora nesse meta principalmente por conseguir abusar muito da fase de rotas.

Jensen fez o esperado e ditou o começo de jogo com 100% de participação nos cinco primeiros abates, sempre empurrando sua rota e indo nas rotas laterais para tentar encaixar bons ganks.

Mesmo com a vantagem adquirida pela C9 no começo, a WE ainda se mostrou em ótimas condições de lutar e começa a diminuir a vantagem estabelecida pelos norte-americanos.

Aos 28 minutos a WE consegue uma boa luta e fica livre para fazer o primeiro barão da partida, buff que é usado para abrir totalmente a rota do meio da C9, deixando super minions em sua base.

Apesar de toda a pressão colocada pelo time chinês, a Cloud9 consegue segurar muito bem a partida, mas nao consegue espaço para garantir o barão e assim recuperar espaço de mapa. Depois de uma longa partida, a WE encaixa uma boa luta e consegue um Ace, finalizando a primeira partida aos 53 minutos.

Bem vindo de volta Singed!

A Cloud9 surpreende nas escolhas e trás o Singed nas mãos do Impact, escolha que prometia dar um novo ar ao jogo. Jensen com sua Orianna conseguiu pressionar bastante o Xiye na rota, deixando o jogador sempre em baixo da torre. Nem assim o mid laner chinês ficou salvo, sofrendo o first blood aos 4 minutos de jogo.

É claro que não podia faltar o famoso proxy do Singed na partida:

Assim que o barão surge Impact consegue atrair a atenção de dois jogadores da WE na bot lane, abrindo espaço para uma ótima chamada da Cloud9 que rapidamente faz o barão.

Fazendo ótimas lutas a Cloud9 consegue finalizar a partida em 31 minutos, um tempo bem menor que o primeiro jogo, e assim empata a série em 1-1.

Smothie o salvador da pátria

A Team WE trás um draft um pouco melhor que das últimas partidas, mas ainda da espaço para o Singed voltar a aparecer. Dessa vez o first blood fica nas mãos do top laner 957 em uma bonita jogada 1×2.

Mesmo com toda a pressão colocada pelo Jayce da Team WE na rota do meio, Sneaky e Smothie conseguem uma boa troca na bot lane e assim conseguem dois abates na rota para a Tristana, o que emplaca o jogo para a C9. Com 13 minutos a WE luta mal e acaba dando três abates nas mãos do atirador da equipe norte-americana, o que deixa a Tristana extremamente forte, com destaque para a atuação perfeita do Smothie.

Aos 21 minutos a Cloud9 faz o primeiro barão da partida. O time estava tão a frente em ouro e também em itens que não teve dificuldades para invadir a base chinesa e assim garantir a partida, ficando a uma vitória da classificação para a semifinal.

Team WE se renova e leva a série para o 5 jogo

A WE vem para esse jogo com uma grande pressão e também com substituição de suportes. Caso a equipe perca é o fim da sua trajetória no Mundial, caso ganhe ainda terá que se provar no quinto e último jogo da série. Os chineses emplacam um ritmo de jogo totalmente diferente dos últimos, conseguindo vários abates por todo o mapa, mesmo quando a iniciação era por parte da C9.

A WE consegue o primeiro barão da partida e assim abre a base da Cloud9 pela parte da bot lane. Em uma tentativa de destruir também a rota do topo, os norte-americanos conseguem fazer uma boa luta, defendendo sua base e conseguindo 3 abates.

Mesmo com boas reações da C9, a Team WE ainda estava bem a frente na partida principalmente nos itens. Depois de fazer o seu segundo barão na partida a equipe chinesa parte para a base inimiga e consegue finalizar a partida, levando a série para o 5° e último jogo.

quinto jogo

A Cloud9 mais uma vez trás a Caitlyn para o Sneaky que teve um ótimo desempenho com a campeã na primeira partida, mesmo saindo com a derrota. A Team WE dessa vez trás o Galio na rota do meio para ter uma boa presença global nas rotas laterais e também dar toda a proteção que o kog precisa para brilhar nas lutas. Apesar da C9 conseguir o first blood, a WE sempre responde muito bem com objetivos ao redor do mapa.

A cada vez que o Shen sai do topo para ajudar alguém com sua ult, 957 abre mais o mapa e dizima as torres da equipe norte-americana. A Cloud9 mantém o ouro empatado graças os vários abates que consegue nessas chegadas com o Shen.

Aos 22 minutos a WE consegue uma boa luta no mid e parte direto para o primeiro barão da partida. com o buff a equipe chinesa parte para a base da C9 e destrói o inibidor da bot lane com 24 minutos de jogo. Aos 28 minutos a WE também leva o inibidor da rota do topo, deixando super minions em duas rotas.

Com 31 minutos a Team WE faz seu segundo barão, e com três dragões de fogo feitos a equipe chinesa parte para a vitória contra a Cloud9 e consegue sua classificação para a semifinal do Mundial 2017.

A WE enfrenta a Samsung Galaxy em busca de sua ida para a final da competição. GG TEam WE!

 

Confira a cobertura completa do Mundial 2017 aqui no Mais e-Sports.e