Na segunda-feira (13), o Mais e-Sports conversou com Eduardo “dudu” Macedo, até então DPS da Black Dragons. Ele, juntamente com os outros 5 membros da equipe, conquistaram o 1º lugar do Old Spice Tournament.

A Black Dragons conquistou o título invicta e o jogador afirma que o principal diferencial da equipe é a mentalidade com foco em alcançar vitórias e a máxima dedicação. “A gente aproveitou o hiato entre a fase de grupos e a final pra treinar bastante, normalmente de 4 a 6 horas por noite”, conta.

Como podemos notar, todo o esforço foi recompensado. Além da equipe ter conquistado diversos títulos ao longo de 2016, começou 2017 com o pé direito e a conquista da premiação de R$ 20.000,00.

Imagem retirada do IGN Brasil

Logo após a vitória, mais precisamente no domingo (12), o twitter oficial da Black Dragons divulgou a saída de todos os jogadores da line up de Overwatch. Dudu preferiu não comentar os motivos para que a equipe tomasse essa decisão, mas afirma que a perspectiva dentro da nova organização – a Brasil Gaming House – é bastante otimista.

Falando em cenário competitivo, perguntamos como o jogador enxerga seu crescimento no Brasil: “depois do Old Spice, acho que as pessoas vão ter outra visão do Overwatch e, quem sabe, aconteçam outros campeonatos como esse, que foi sensacional.”

Diferente de dudu, seu ex-companheiro de equipe Vitor “Krepsker” Krepsky – que anunciou sua saída do competitivo – afirma estar decepcionado com a falta de investimento por parte da desenvolvedora do game, a Blizzard, e diz ainda que esse é um dos motivos para que tenha decidido parar de jogar profissionalmente. “Desde a piada de mal gosto com aqueles que se dedicam profissionalmente ao jogo como foi a World Cup na Blizzcon, a Blizzard simplesmente ignora seu cenário profissional, deixando players e times sem o menor suporte, incentivo, investimento e informação.”

Diante dessa diferença de pontos de vista, conta pra gente aqui nos comentários qual é a sua opinião.