- Publicidade -

Na última sexta-feira (23), o CNB e-Sports Club enfrentou a ProGaming eSports na Superliga ABCDE, finalizando a terceira rodada do torneio com uma derrota por 2 a 1 e 3 pontos na tabela. A derrota, no entanto, não abateu o recém-nomeado técnico estratégico Gabriel “Turtle” Peixoto, ex-caçador da equipe, que recebeu o carinho da torcida Blumer da mesma forma após o fim dos jogos.

Em entrevista ao Mais e-Sports, Turtle comentou a presença dos fãs, relembrando que gostava muito de ver a torcida gritando quando era jogador. “Como coach, é um pouquinho a mais porque eu estou de fora, então eu sou um torcedor também, fico gritando com o pessoal quando eu posso. É uma experiência maravilhosa, deveria ter torcida em todos os campeonatos do Brasil, porque sentir a adrenalina da galera gritando é uma coisa única“, afirma.

CNB na escolha de campeões da estreia da Superliga 2018 (Foto: Leonardo Sang/Superliga)
Turtle como coach estratégico do CNB

Em sua terceira semana no campeonato na nova função, o técnico alega estar gostando do desafio. “Quando eu comecei a trabalhar, fiquei com dúvida sobre se me sairia bem e se iria gostar, achava que sim, mas não tinha certeza. Agora, eu estou gostando muito mais do que eu achava que gostaria, então está sendo uma experiência muito melhor do que eu esperava. Esse trabalho está sendo muito bom pra eu evoluir como pessoa e como coach, eu também estou evoluindo bastante com os meninos. Tô gostando muito mais de trabalhar nessa área do que eu achei que ia gostar.”

Em comparação com a experiência de jogar, Turtle recua: “Aí é uma pergunta difícil.” (risos) “São coisas bem diferentes e eu acho que tem tempo pra tudo. Eu estou gostando muito de ser coach e quem sabe eu não volto um dia [a ser jogador]. Nesse momento da minha vida, eu prefiro essa posição.”

A liderança na nova line do CNB

Os blumers contam com três jogadores novos em sua equipe: o topo Francisco “Duclou”, o meio Eduardo “Aslan” Nunes e o suporte Gabriel “Hawk” Gomes. Dividindo o palco com os novatos estão Yan “Yampi” Petermann e Pablo “pbO” Yuri, rostos já conhecidos pela torcida do CNB.

“O Yampi e o pbO estão assumindo bastante a liderança dentro de jogo”, revela Turtle. “Principalmente o pbo, que está chamando muito, mostrando quem ele realmente é, porque nos últimos splits ele não conseguiu fazer muito isso. Mas os meninos novos também não são de ficar quietos — eles não são de só ouvir e entendem bastante do jogo, apesar de serem novatos.”

“Os três comunicam bastante, principalmente o Duclou, que tem uma voz muito ativa. Por mais que o pbO e o Yampi trabalhem como liderança, é um trabalho conjunto, todos acabam conversando sobre o jogo, então é muito dos cinco”, afirma.

O desempenho em ProGaming vs CNB

Na rodada anterior (semana 2), o CNB venceu a Falkol por 2 a 0, conseguindo seus primeiros 3 pontos na Superliga. Uma vitória contra a ProGaming deixaria os blumers mais perto da líder do grupo A, Vivo Keyd, e empatados com o Santos e-Sports, que conta com duas vitórias e uma derrota. Com a derrota, a ProGaming empata com o Santos e o CNB tem mais obstáculos na busca pelas eliminatórias.

Sobre a queda no resultado em comparação com a semana anterior, Turtle revela que a equipe não teve uma boa semana. “Alguns problemas dessa semana acabaram sendo transferidos para o palco, e acabou que fomos pegos de surpresa, porque tivemos um draft bom, mas não conseguimos executar perfeitamente, como era pra ter sido executado. Era para termos ganhado o terceiro jogo, principalmente — o segundo foi um pouco mais arriscado, mas dava pra ganhar também. Foi um erro de early game, como deveríamos rodar o jogo”, confessa.

Mandando recado à torcida que não esteve no estúdio para acompanhar os blumers, Turtle se compromete com melhora para as próximas semanas. “São só esses probleminhas de early game. Arrumando isso, muita coisa vai se resolver. Podem esperar que a gente vai trabalhar muito duro para corrigir isso e vai dar tudo certo.”

Veja também: Estreante como coach, Danagorn comenta experiência na função e série contra Falkol na Superliga