Conversamos com Thiago “Tinowns” Sartori, que foi a grande contratação da paiN Gaming para o ano da equipe de League of Legends em 2018.

TinOwns teve passagens pela KaBuM e CNB e agora vem reconstruindo uma nova história dentro da paiN. O mid laner entrou para substituir Gabriel “Kami” Bohm, uma das figuras mais queridas do cenário brasileiro.

Foto: Riot Games

“Ta sendo bem legal. A torcida me recebeu muito bem apesar deu estar entrando no lugar do Kami. A energia lá na casa é muito boa. Eu sou meio tímido mas cada dia que passa eu to ficando mais amigo deles e sendo mais aberto com todos,” contou o jogador sobre esta nova etapa.

Recentemente, a paiN venceu a Team One na primeira semana do CBLOL. O jogador explica que no primeiro jogo eles foram pegos de surpresa com o pick do Fiddlesticks de Bruno “Brucer” Pereira e isso impediu com que Tin realizasse um bom começo de jogo. “No segundo jogo a gente conseguiu executar o planejamento muito bem e eu consegui fazer meu papel dentro do jogo,” explicou.

O jogador irá atuar agora contra grandes amigos em Summoner’s Rift. Tinowns terá que jogar pela primeira vez contra Pedro “LEP” Marcari e contra Gustavo “Minerva” Queiroz. O jogador comenta sobre a situação: “Vai ser meio diferente. Mais pelo fato deles saberem pelo que eu gosto, campeões, estilo de jogos e etc. E eu saber sobre eles. Eu já acostumei com o time da paiN. É a minha nova casa agora.”

TinOwns caminha no estúdio – Foto: Riot Games

Antes da primeira rodada do CBLOL a paiN anunciou a contratação de uma comissão técnica com 9 peças! Tin explica que o time ainda não teve muito contato com os novos membros da comissão e que todos estão se colocando na mesma página para iniciar uma adaptação.

Perguntamos para o jogador como será a função de jUc como Player Development dentro da paiN. O mid laner explica: “O jUc está fazendo mais o acompanhamento individual dos jogadores. O Head Coach discute mais com a comissão técnica sobre o que vamos fazer e tal e o jUc vem com um pick diferente ou algo diferente para fazer na lane. São pequenas coisas que podem fazer diferença dentro de jogo.” Logo depois, o jogador prometeu que a paiN virá ainda mais forte para as próximas semanas.

Finalizando a entrevista com Tin, o Mais e-Sports perguntou se ele está animado para jogar contra o sul-coreano Kim “Sky” Ha-neul da RED Canids. Tin comenta: “To animado sim. A gente treina bastante, então já joguei muito contra ele tanto em treino quanto em soloQ mas to bem animado para ver como vai ser aqui no stage.

Veja: LEP fala sobre como será enfrentar Tin e Minerva
Veja: Minerva fala sobre como será enfrentar Tin e LEP 

Você pode conferir a cobertura completa do CBLoL 2018 aqui no Mais e-Sports.

*Entrevista realizada por Evelyn Mackus, repórter do Mais E-Sports.