A IEM 2016 teve hoje o seu desfecho. A SKT era uma das favoritas para vencer o campeonato e enfrentou os times mais populares da ocidente.

Na Semi Final eles venceram a TSM na MD3 com uma belíssima atuação de Bang na série.
Um pouco mais tarde o time enfrentou a Fnatic na grande final. A SKT conseguiu impor o melhor de suas composições em todos os jogos. No segundo, Faker trouxe um Vel’Koz para a Mid Lane do competitivo. Algo bem raro!

No terceiro jogo, a SKT mantinha uma vantagem gigantesca em cima da Fnatic que optou pelo Surrender. 

Dando a volta por cima

Após a saída de Marin, a SKT vinha apresentando vários problemas e o seu desempenho no campeonato coreano (LCK) estava super abaixo do esperado. Com a vitória da IEM o time tem tudo para voltar embalado e crescer na competição.

Sai Bengi, entra Blank!

O Jungler bi campeão mundial Bengi não estava realizando bons jogos pela SKT e o Coach Kkoma resolveu dar mais oportunidades para o reserva, Blank.

Blank não tem muita experiência no competitivo. Ele é bastante famoso na soloQ coreana e já estava como reserva da SKT há um bom tempo como de costume da Organização.
Pela primeira vez representando a SKT em um torneio internacional, Blank teve um desempenho bem acima do esperado e conseguiu ótimas partidas.

A Maldição do Campeão Mundial

Até hoje, todo time que foi campeão mundial não conseguiu disputar o mundial no ano seguinte. Será que a SKT dará sequencia à essa “Maldição”? O time pode voltar embalado agora para a Coréia e se recuperar na competição.