As finais da ESL Pro League de Counter-Strike: Global Offensive começaram nesta terça-feira (15) na cidade de Dallas nos Estados Unidos. Duas equipes brasileiras iniciaram o torneio em busca do título: SK Gaming e YNG Sharks Esports.

Com derrotas para mousesports e Cloud9, Sharks foi eliminada da competição. Foto: HLTV.org

Após a conquista da ESL LA League, a Sharks garantiu a vaga da América Latina para o campeonato. Em uma estreia contra a poderosa mousesports, a equipe brasileira fez um bom jogo vencendo a primeira metade pela diferença mínima, no lado Terrorista. No lado defensivo, os brasileiros não seguraram o ímpeto europeu que virou a partida e conquistou a vitória.

Na segunda partida da Sharks, os brasileiros enfrentaram os americanos da Cloud9 que, em uma reedição da final do último Major, havia sido derrotada pela FaZe Clan. Em uma MD3, após duas prorrogações, os brasileiros saíram vencedores do primeiro mapa, Cache, por 22-20. A Cloud9 voltou pro jogo e venceu os dois mapas seguintes: Mirage (16-11) e Inferno (16-1). Com as derrotas, a Sharks foi eliminada da competição.

SK Gaming faz sua estreia em campeonatos presenciais após mudança no comando da equipe. Foto: HLTV.org

Marcelo “coldzera” David e seus comandados estrearam com vitória no primeiro campeonato presencial com o atleta na posição de capitão da SK Gaming. Os brasileiros derrotaram os suecos da Ninjas In Pyjamas na Inferno em uma partida disputada. Com direito a prorrogação, a SK derrotou os suecos por 19-16. Com a vitória, a equipe brasileira enfrenta a Astralis na quarta-feira (16).

As finais da ESL Pro League acontece de 15 a 20 de maio e conta com uma premiação total de $750,000.