O segundo jogo da SG e-Sports no Kiev Major de Dota 2, colocava o time brasileiro frente a Team Liquid. Enquanto a SG tentava se recuperar da derrota sofrida para a OG, a Team Liquid buscava se reabilitar na competição após ter perdido sua primeira partida para o Thunderbirds. No final das contas, melhor para a organização americana, que venceu a série disputada na tarde desta segunda-feira (24) por 2 a 0 e conquistou sua primeira vitória na competição, já a SG amargou sua segunda derrota em dois confrontos.

Confira um resumo do confronto entre SG e Team Liquid:

1º jogo

SG: Cristal Maiden, Juggernaut, Clockwerk, Shadow Fiend e Earth Spirit.

Team Liquid: Treant Protector, Omniknight, Terrorblade, Io e Vengeful Spirit.

No primeiro confronto entre SG e Team Liquid foi marcado pelo equilíbrio entre as equipes. Apesar de se manter na frente durante quase toda a partida, a SG acabou sucumbindo diante do Terrorblade comandado por Amer “Miracle-“ Al-Barkawi, peça chave da composição da Team Liquid, que visava proteger o seu carrier com curas, repel e mobilidade nas teamfights.

Apesar do equilíbrio, uma teamfight aos 30 minutos de partida decretou a derrota do time brasileiro. Após o Terrorblade da Team Liquid conseguir 4 abates, o time americano conseguiu o espaço necessário para pressionar ainda mais as torres brasileiras e após uma tentativa frustrada de hfnk3 com seu Juggernaut tentar matar o Omniknight adversário e acabar sendo eliminado, fez com que a SG chamasse o GG aos 34 minutos de partida.

2º jogo

Team Liquid: Clockwerk, Io, Tusk, Bristleback e Templar Assassin

SG: Monkey King, Juggernaut, Legion Commander, Ember Spirit e Keeper of the Light

Na segunda partida da série, a Team Liquid teve um início de jogo melhor do que o do primeiro confronto contra a equipe brasileira. Com o suporte Maroun “GH” Merhej rotacionando muito bem com o seu Io, conseguindo abates para a Templar Assassin e para o Bristleback da Team Liquid, o time americano controlou as ações iniciais da partida.

Com o passar do tempo e com teamfights favoráveis, a Team Liquid continuou a ter o controle da partida e com isso, a Templar Assassin de Miracle- e o Bristleback de MATUMBAMAN dispararam no patrimônio líquido do jogo. Assim, aos 18 minutos de partida, Miracle- conseguiu um ultra-kill com sua TA, forçou buybacks da SG e ainda assim conseguiu levar a torre e as barracas do meio da equipe brasileira.

Aproveitando a grande vantagem obtida no decorrer da partida, a Team Liquid apenas pressionou a top lane e após abater novamente o Juggernaut e a Legion Commander da SG e-Sports, fez com que o time brasileiro chamasse o GG aos 20 minutos de partida, confirmando assim o atropelo do time americano.