A Riot Games iniciou um processo contra uma empresa de scripts, a qual não mencionaremos o seu nome. O processo foi divulgado no subreddit de League of Legends.

De acordo com o processo, a maior “posse” da Riot Games é sua comunidade repleta de fãs e jogadores dedicados. No mesmo processo é dito que os danos causados pela empresa de script à comunidade de League of Legends são sérios e irreparáveis. Além dos scripts e cheats, a mesma empresa fornece um “bot” que é utilizado por jogadores para subir contas até o nível 30.

A Riot investe um tempo gigantesco, e bastante dinheiro e recursos para que o jogador tenha a melhor experiência possível. Fazendo com que sua partida seja divertida, competitiva e logicamente, justa. A utilização de scripts dentro do jogo não simplesmente atrapalha a experiência do time perdedor, mas sim dos 10 jogadores presentes na partida e o usuário do cheat é na maioria dos casos um dos mais afetados.

No processo, a Riot Games exige que a empresa encerre todas as suas operações e colabore com as investigações. Ela também exige que eles forneçam todos os documentos e materiais que provam todas as infrações que ocorreram dentro do jogo. Além disso, a empresa também deve fornecer para a Riot os dados de todas as vendas realizadas.

É importante lembrar que o Client da Riot Games também utiliza ferramentas de “Anti-Cheat” para detectar usuários de scripts e cheats dentro do jogo. Caso um jogador seja detectado por tal ferramenta, a sua conta será banida permanentemente.

Em 2016, o jogador da APEX Gaming Jun-cheol “Eve” Seo foi banido por utilizar scripts no League of Legends, sendo um jogador profissional, além de ter sua conta banida permanentemente, Eve também recebeu um banimento do competitivo de League of Legends de 10 meses. Em casos como este, o jogador profissional pode ficar banido entre 10 a 20 meses sem atuar em competições oficiais da Riot Games.

No Brasil, tivemos o caso de Rodrigo “Draek” Oliveira. O jogador estava atuando como jungler da CNB e revezava durante os jogos com Daniel “Danagorn” Drummond. Draek abriu uma stream onde estava com um programa de cheat ativado, todas as pessoas que estavam assistindo a stream repararam na hora e o jogador acabou sendo banido do competitivo.

Assim como nos dois casos citados acima, a comunidade sempre apoiou as decisões da Riot no combate aos cheats e scrips dentro do jogo. Como dito anteriormente, a experiência de todos os jogadores é prejudicada quando temos um usuário de scripts dentro da partida. Você pode denunciar usuários após as partidas ou até mesmo enviando tickets no site oficial.