Desde que o TeamFight Tactics foi lançado os fãs pedem para a Riot Games lançar uma versão mobile do celular. Para quem gosta do modo autobattler e quer jogar em seu celular, a opção é jogar o Auto Chess, jogo que foi um dos responsáveis por popularizar esse gênero.

No “Pergunte Qualquer Coisa” de agosto, a Rioter brasileira Priscila “Ysanne” Queiroz disse que a empresa está considerando todas as possibilidades, inclusive de criar uma versão para celular do TFT. “Nós estamos considerando todas as possibilidades, inclusive uma versão para celular do TFT, mas no momento o nosso foco é na versão para PC, onde temos mais experiência”.

Ysanne também falou sobre o lançamento de campeões no jogo. “Nós não pensamos em adicionar todos os campeões do jogo no TFT. Nós levamos em conta o meta, balanceamento e as próprias necessidades do jogo e dos jogadores. Nós pensamos até em fazer rotações dos campeões no TFT”.

A grande dúvida da comunidade é como a empresa iria fazer para gerenciar o jogo assim que todos os campeões fossem lançados, mas a Rioter explicou que terá um limite de heróis, além de como a Riot planeja trabalhar para que o jogo não fique “paradão” com esse número.

“Nós pensamos em adicionar um ou dois campeões por patch até chegar em 60, hoje temos 51. Com 60 campeões pode ser que o jogo fique meio “paradão”, então pensamos que a solução é lançar um conjunto inteiramente novo de campeões e composições. Os fundamentos do TFT ficam, mas a experiência do jogo muda bastante. Lembrando que temos vários universos alternativos em várias linhas de skins diferentes, isso nos dá a possibilidade de expandir o universo do TFT”.

Assista o vídeo completo:

Veja também: Chegada de novos campeões e nova classe já tem data definida no TFT