O Rioter New001 fez um vídeo para o último “Riot PLS” onde ele falou sobre o estado do League of Legends, meta, mudanças e o que está por vir.

O Rioter comentou sobre as quantidade de mudanças que tivemos nos últimos momentos e que alguns jogadores agradecem pela variedade de escolhas enquanto outros reclamaram da velocidade em que tudo aconteceu.

“Pelo resto do ano, nós iremos manter as coisas do jeito que estão e realizar poucas mudanças grandes.”

Selva

O Rioter comentou que até o momento, eles estão felizes com as mudanças na selva. O objetivo era reduzir o número de ganks no início do jogo que fazia praticamente com que as rotas eram decididas pelos caçadores.

Com isso, tivemos mais interações entre os junglers (mais encontros na selvas e mais duelos) além de mais lutas e agressividade entre os laners.

Para finalizar, ele explicou que a mudança no Aronguejo funcionou e que a selva não receberá mais mudanças até o final deste ano.

A dificuldade para carregar partidas

Uma das reclamações mais frequentes dos jogadores foi sobre o aumento da dificuldade em carregar os jogos atualmente. Com o League se tornando um jogo extremamente estratégico e voltado para movimentações em grupo, o individual foi ficando cada vez menos importante.

“Depois de analisarmos melhor a situação, concordamos que carregar sozinho estava muito difícil, então, em março deste ano nós mudamos o ouro recebido por torres e também por neutralizações.  Essas mudanças deixaram mais fácil para o jogador carregar partidas, porém, aumentou demais o efeito bola de neve do LoL e precisamos de dar uma segurada nisto novamente.”

Com isso, a Riot aplicou algumas mudanças no Barão, trazendo mais oportunidades para a equipe inimiga contestar o objetivo. Ele explica que desde o patch 8.14, a frequência do efeito bola de neve melhorou muito.

Afunilamento de Recursos

A estratégia se tornou extremamente popular com muita velocidade, principalmente no cenário competitivo. Por isso, a Riot Games já realizou mudanças que acabaram com este problema.

Rota Inferior

“Estamos feliz com o atual estado da bot lane? Estamos felizes que outras classes estão aparecendo no bot mas não queríamos chegar lá deixando os atiradores inviáveis. Sabemos que não cobrimos as suas expectativas e estamos determinados em consertar isto. Os atiradores de Crítico principalmente foram afetados pois os seus picos de poderes foram atrasados logo quando o jogo se tornou ainda mais rápido. Estamos focados nos últimos patchs em consertar e restaurar a sua viabilidade. Estamos buffando Tristana, Jinx, Twitch, Varus e Caitlyn. Também buffamos alguns itens de crítico como Luvas da Pancadaria e Chuva de Canivete. No 8.15 passamos a trabalhar mais para deslocar o seu poder do final do jogo para o início e meio.”

Ele finaliza explicando que é um objetivo deixar mais classes atuando na rota inferior e em várias outras posições. Mas a empresa sabe que pode realizar um trabalho melhor para alcançar isto.

Frequência da Mudanças

Nosso objetivo não é mudar só por mudar,” explicou. Ele explica que a Riot reconhece que trazer várias mudanças durante a temporada não foi algo que deu certo. Muitos jogadores reclamaram e demostraram frustração. Por isso, a Riot irá diminuir a frequência das mudanças.”

Nexus Blitz

O novo modo de jogo da Riot Games chegou com tudo. O Rioter explicou que ainda é um jogo em seu alfa e não é um modo de jogo que já está pronto e estará praticamente em um ambiente de testes gigante.

A empresa pensa em até mesmo em deixá-lo permanente dentro do League of Legends.

O jogo trouxe várias mecânicas diferentes e a ideia é alcançar um modo de jogo mais divertido e menos estressante para os jogadores.

Clash

Uma das features mais aguardadas de 2018, o Clash precisou ser cancelado diversas vezes. A empresa explica que Bugs e problemas técnicos fizeram com que o Clash precisasse ter seu lançamento adiado.

De acordo com New001, o modo já voltará a ser testado no PBE e em breve teremos mais novidades sobre o Clash.