Vivo Keyd e KaBuM e-Sports são campeãs do Rift Rivals 2018

No último domingo (8), o Brasil foi campeão do Rift Rivals 2018, segunda edição do campeonato de League of Legends entre regiões da América Latina. O CBLoL foi representado pela Vivo Keyd e KaBuM e-Sports, finalistas do último split, que jogaram contra Kaos Latin Gamers e Rebirth e-Sports, do Chile; e Rainbow7 e Infinity, do México. Na entrevista após a série vitoriosa, os vencedores comentaram sobre a importância da torcida nesse tipo de evento e a relação com os fãs.

Sediado no estúdio da Riot Games em São Paulo, o torneio contrariou a tendência da escalada do último CBLoL e não contou com torcida presencial, assim como em sua primeira edição, que aconteceu no Chile. De acordo com Revolta, caçador da Vivo Keyd, os jogadores sentiram falta de torcedores acompanhando os quatro dias de campeonato nessa edição. “Eu tenho certeza que jogar com o público aqui é algo totalmente diferente. Influencia na questão de motivação, no nosso ânimo, no fogo. Traz fogo pro palco“, afirma.

Micao, atirador da VK, disse também que o bom resultado por parte das equipes brasileiras foi muito importante como algo a entregar à torcida. “No nosso caso, pra a torcida da Keyd, foi muito importante, pois não temos tido tantos títulos ultimamente. É importante para provar que o apoio que eles nos dão vale a pena, porque nossa torcida nos apoia muito”, conta.

Ranger, caçador da KaBuM, afirmou que tem percebido comentários negativos sobre o Brasil: “Os fãs estão bem desacreditados. Trazer esse título, pra mim, tem muito peso no sentido de mostrar que trabalhamos bastante e trabalhamos duro pra superar as expectativas deles, e é um sentimento bom de corresponder as expectativas positivas, porque todo mundo achava que a gente ia ganhar.”

Ainda para Revolta, o título de campeão da América Latina é algo esperado pelos fãs, mas ainda longe do que de fato é esperado pela torcida. “Após esse campeonato, não há dúvidas de que somos os melhores da região, porque é pra isso que serve o Rift Rivals. Mas os fãs nunca pediram pra que a gente ganhasse dessas regiões. Pra eles isso é obrigação. O que cobram da gente são resultados no MSI e no Mundial“.

Após o fim do Rift Rivals, o CBLOL retornará no dia 21 de julho, com confrontos entre CNB e Flamengo e KaBuM e IDM. A próxima série oficial com torcida no Brasil divulgada até agora será a final do CBLOL 2018, que acontecerá em Porto Alegre no dia 8 de setembro e já está com ingressos esgotados.