Mais uma vez o Elo Job volta a ser notícia. Na madrugada da última da sexta-feira (24), o grupo hacker Shadow-Network, liderado por H3LLS1NG, divulgou um material que trás o histórico da maior empresa de Elo Job do Brasil. O material divulgado conta com 340 páginas de usuários, um rendimento de R$ 924.064,70 desde 2013 e um total de 10,613 contas elojobadas.

E não para por aí. A lista divulgada pelo grupo na ação chamada de “Lava Jobson – parte 2” conta com a presença de jogadores do cenário competitivo de League of Legends do Brasil como Luccas “Zantins” Zanqueta, top laner da KaBuM, Pedro “Lynx” Quintavalle, reserva da Red Canids, Victor “cabuloso” Oliveira, suporto da Remo Brave, Lucas “Krow” Lahoz, ex-jungler da G3X.

O Mais e-Sports conversou com o líder do grupo hacker Shadow-Network, H3LLS1NG, para saber o que os motivou para revelar outra lista de elojobers. Segundo, o líder do grupo, um dos motivos para ter exposto a maior empresa de Elo Job do Brasil foi o fato de que a mesma teria aproveitado uma ação do grupo, que havia desmascarado outra empresa, para fazer propaganda, dizendo que “os clientes deles poderiam ficar tranquilos pois as informações deles estavam seguras e não seriam divulgadas”.

“Depois de termos acabado com uma empresa de Elo Job, nós despertamos interesse nessa organização que foi nosso alvo agora. Isso porque eles estavam se gabando na página do Facebook deles, tentando sair por cima da situação que havia rolado com a empresa que derrubamos”, explica o hacker.

Questionado sobre a motivação para ir atrás dos elojobers, H3LLS1NG lembrou que quando eles divulgaram a lista da primeira empresa que foi alvo, eles prometeram que iriam acabar com grande parte do Elo Jobs no servidor brasileiro de League of Legends. Segundo ele, o grupo “faria uma limpa nas empresas que lucram com esse tipo de serviço, trazendo um desbalanceamento no jogo, fazendo com que os jogadores sofram por interesses egoístas como esse”.

O hacker ainda disse que não espera nenhuma atitude da Riot, no entanto, o grupo está fazendo a parte dele ao divulgar essas listas. Além disso, H3LLS1NG ainda deixou um recado para quem os acompanha e para aqueles que utilizavam dos serviços da empresa que foi exposta.

“A Shadow-Network não para nunca e continuaremos a fazer o nosso trabalho. Já para os boosters dessa empresa, fiquem ligados porque eu ainda não acabei e iria atrás de um por um, porque eu só paro morto”, ameaçou o líder do grupo.