Big Gods e Red Canids irão se enfrentar no famoso jogo entre sétimo e oitavo. O vencedor continua com um pé no CBLOL e ainda precisa jogar contra um dos times do desafiante para se manter de vez no CBLOL 2017. Já, quem perder esta batalha dos desesperados será rebaixado para o circuito desafiante.

Antes de comentar sobre essa partida que irá definir o futuro de muita gente, vamos dar uma recapitulada nos acontecimentos do CBLOL até agora.

27043431684_1b5a011462_o

Começando com pé esquerdo, as punições do CBLOL

Os jogos do CBLOL nem haviam começado e três equipes receberam punições. A mais pesada de todas ficou no colo da Big Gods,  com -16 pontos, o time precisaria de fazer uma campanha melhor que o nosso primeiro lugar (CNB) para ficar zerado. A Red Canids também foi penalizada com -6 pontos. Sabendo que o time não vinha em seu melhor momento, a preocupação de ficar entre os dois últimos surgiu para a equipe desde o início do campeonato.

Uma coisa é fato: os jogadores de ambas as equipes sofreram com as punições devido a erro de suas organizações. Como será que ficou a cabeça de cada um deles? Alguns podem ter pensado em desistir do campeonato, “trolar” alguns jogos e etc. Mas a situação de ambas as equipes não era algo para dar risada, para permanecer no CBLOL, as equipes precisariam de estar mais focados do que nunca!

Adaptações na Red – Eryon no Top e Yoda na Jungle

Quando Márcio “Eryon” Reis foi escalado como top laner na primeira série entre Red e CNB já sabíamos que a situação interna da equipe não estava nada bem. O time necessitava de jogar com outro top laner e os jogadores acharam que seria melhor jogar com Eryon improvisado que Marcelo “Ayel” Mello.

De acordo com a organização, Ayel não está na mesma sintonia que o resto do time, porém, desde a segunda semana ele vem sendo titular e jogando pela equipe. O Ayel deste split é totalmente diferente do Ayel que nós conhecemos. Mesmo mantendo o sorriso de sempre, o top laner é muito inconstante. As atuações muito irregulares de Ayel mostra que realmente ele não é a melhor escolha para a Red neste momento, mas até agora, era tudo que eles tinham.

yoda-1

Para esta série, o time anunciou o top laner Mauno “Beansu” Tali, jogador europeu que foi contratado logo depois do fiasco com Daniel “Daniquest” Cerruti. O desespero para ter outro top laner mostra ainda mais como a Red não quer jogar com Ayel nesta série.

Veja: Daniquest é banido por elojob

Outra adaptação que a Red Canids vem fazendo desde o início é com Felipe “Yoda” Noronha na selva. O jogador teve uma evolução gigantesca desde seus primeiros jogos na BRMA até sua última série contra a KaBuM.

Yoda enfrenta uma pressão gigantesca não só dos seus fãs, mas de todo o Brasil. Aqueles que acompanham o CBLOL se dividem entre quem torce pela evolução de Yoda e aqueles que dão risadas quando o jogador faz alguma jogada errada. Sendo uma das personalidades mais famosas do nosso cenário, o jungler precisa de se blindar o máximo possível e não deixar que esta pressão o afete para a série contra a Big Gods.

Big Gods jogando sem nada a perder

Durante toda a fase regular a Big Gods demonstrou uma coisa: não temos nada a perder. O time jogou de uma forma extremamente agressiva! Composições voltadas para Team Fights, Rafael “Rakin” Knittel tentando solar seu inimigo durante toda sua fase de rotas.

No primeiro jogo da equipe contra a paiN Gaming, o time realizava dives basicamente sem mesurar os riscos. Eles conseguiram arrancar um empate da paiN Gaming, que era um time em fase de crescimento no início do CBLOL, surpreendendo a todos. Com o Zilean de Rakin livre, eles mostraram o potencial do pick do jogador.

Veja: Rakin comenta sobre o pick de Zilean contra a paiN Gaming

As composições de “Flash R” da Big Gods foram ficando cada vez mais conhecidas e hoje, o Gragas de Filipe “Ranger” Brombilla começou a ser banido pelos outros times.

A Batalha dos Desesperados

Tivemos uma pequena prévia desta série na fase regular onde a Big Gods conseguiu um 2-0. Porém, um dos maiores problemas da Big Gods apareceu novamente na série: encerrar jogos. O time está tendo dificuldades gigantescas para encerrar jogos, e mesmo com uma vantagem boa, eles demoraram bastante tempo para vencer a primeira partida contra a Red Canids. Já o segundo jogo ficou nas mãos da Red durante a maior parte do seu tempo, até que um deslize aqui e outro ali fez com que a Red Canids entregasse toda a partida.

Eu diria que a gente pode ignorar totalmente essa partida pois o jogo de amanhã será totalmente diferente. De um lado, a BG jogará pela primeira vez tendo realmente algo a perder. O time não poderá ter a ofensividade que eles vem impondo, Rakin provavelmente jogará de uma maneira mais defensiva, Sebastian “TierWulf ” Mateluna precisará ser mais cauteloso com os seus picks e principalmente com seus ganks.

Por parte da Red Canids será o momento do time mostrar se tirar Ayel do time para a entrada de Beansu foi uma boa ideia. O top laner treinou menos de 1 semana com a equipe. Ele já havia jogado com Hugo “Dioud” Padioleau há um bom tempo, será que o time conseguiu entrar em uma sincronia melhor com o novo jogador?

Bruno “Brucer” Pereira tem sido o maior destaque do time. Com magos de controle como Azir ele vem tendo uma ótima performance na competição, fora isso, o jogador ainda consta com ótimas atuações com assassinos como a Leblanc. Enquanto a Big Gods gosta de buscar Team Fights, a Red Canids tende a esperar os picos de poder de Brucer e Gustavo “SacyR” Rossi para lutar.

Existem uma série de fatores que decidirá o futuro de ambas as equipes. A Red Canids teve tempo suficiente para se adaptar com Beansu? Big Gods vai conseguir jogar no mesmo estilo de jogo? Ou será que o estilo de jogo da BG será punido pela matilha?