A famosa “dança das cadeiras” do cenário brasileiro de League of Legends não para. A RED Canids busca reforço na equipe com a contratação de Caio “Loop” Almeida e em troca, a paiN Gaming terá Hugo “Dioud” Padioleau e Carlos “Nappon” Rucker na disputa do Circuito Desafiante.

A informação vinculada pelo SporTV aponta que as equipes estão perto de um acordo, porém a chegada de Thiago “Djoko” Maia poderia ter atrapalhado todas as negociações.

Nappon e Dioud não tiveram muitas atuações durante o primeiro split de 2018. O jungler atuou em apenas uma partida no lugar de Park “Winged” Tae-jin enquanto o suporte não jogou.

Foto: Riot Games

Para o francês jogar, Winged ou Kim “Sky” Ha-neul precisariam ficar na reserva devido as regras que limitam o uso de estrangeiros no CBLOL. Pela paiN Gaming, Dioud foi campeão brasileiro em 2015 e representou a equipe no Mundial. Em 2017, o suporte foi campeão ao lado de Nappon pela RED Canids no primeiro split do ano.

Loop entraria no lugar de Victor “cabu” Oliveira, que vem atuando como suporte da equipe durante todo o ano. Até o momento nenhuma das organizações se manifestou sobre o assunto. Não se sabe ainda se cabu permaneceria na equipe com a chegada do capitão da paiN Gaming ao time.

O Portal Versus da IGN havia publicado na terça-feira (8) sobre a possibilidade da troca. A matéria também informou que Rodrigo “Tay” Panisa pode estar indo para a INTZ e assim, Nappon assumiria a selva da paiN Gaming.