A KaBuM vem impressionando a todos com sua campanha no CBLoL 2018 e permanece líder isolada da competição, com três vitórias e nenhuma derrota. Após vencerem a Red Canids Corinthians, o Mais e-Sports conversou com o caçador da equipe, Filipe “Ranger” Brombilla, sobre sua evolução como jogador, impacto do novo treinador na equipe entre outras coisas.

Ranger comentou um pouco sobre a vitória da sua equipe em cima da Red Canids Corinthians, que é uma das favoritas do campeonato.

Eu atribuo essa vitória ao nosso coach, o Nuddle, ele tem treinado com a gente quase 24 horas por dia, ele vai dormir meia-noite e acorda as 6 da manhã e ele trabalha tanto o coletivo quanto o individual. Ele fez uma ótima leitura da Red e mostrou como eles jogam, como era melhor a gente jogar em relação a eles, então eu atribuo essa vitória a ele com certeza. Claro os jogadores tem crédito por saber aprender e aplicar as coisas que ele passa, mas realmente o que ele trouxe de fora são coisas novas pra gente, que aprendemos e evoluímos muito com isso”

Ranger era top laner de ofício e mudou para a rota da jungle ao ser contratado pela Operation Kino, em novembro de 2016. O jogador comentou sobre sua melhora como caçador.

“Eu tinha virado jungler para jogar pela OPK, e como era meus primeiros campeonatos na jungle eu tinha ficado um pouco nervoso e também não sabia muito sobre, mas agora que eu estou desenvolvendo mais o meu jogo individual também com ajuda do Nuddle porque ele me ajuda muito nesse sentido, eu consegui me desenvolver como jogador e espero continuar jogando bem”

Ranger é um dos principais destaques da KaBuM. Foto: Riot Games

O próximo jogo da KaBuM é contra o antigo time de Ranger, a ProGaming, no dia 17 de fevereiro. Ranger falou sobre suas expectativas para enfrentar sua antiga equipe e também confronto na jungle contra Minerva.

Jogar contra a ProGaming vai ser complicado porque eu acredito que eles são um time mais forte ainda que a Red, eu gosto muito do jogo deles e os jogadores deles individualmente são todos top 3 em suas posições na minha opinião. Jogar contra o Minerva vai ser complicado também, é sempre chato jogar contra ele porque ele invade bastante, faz muita coisa inesperada e é agressivo, então você tem que ter um tempo de resposta muito curto e saber se adaptar contra ele”

Agora a KaBum joga contra a Progaming no dia 17 de fevereiro. Acompanhe a tabela, datas e horários dos jogos e tudo mais do CBLoL na Cobertura do Mais e-Sports.

*Entrevista realizada em parceria com Evelyn Mackus, repórter do Mais E-Sports.