- Publicidade -

A Big Gods conheceu na tarde deste domingo (5), o sabor vitória no Campeonato Brasileiro de League of Legends, ao vencer a Red Canids por 2 a 0, em duas partidas marcadas pela longa duração e pelo equilíbrio entre as equipes.

O LoL News conversou com mid laner da Big Gods, Rafael “Rakin” Knittel, que disse que a vitória tira o peso das costas de conquistar a primeira vitória. No entanto, a maneira como ele e o time atuou passa mais preocupação do que confiança para uma eventual disputa entre os times pela permanência no CBLOL.

“A vitória não passa confiança, pelo contrário. Não estou satisfeito com a minha atuação e o time também errou demais. Caso a gente volte a se enfrentar pela disputa de 7° e 8° lugar, precisamos melhorar muito para conseguir outra vitória”, explica Rakin.

Rakin disse que na sua opinião, a falta de comunicação e rotações erradas prejudicaram muito o desempenho da equipe nas duas partidas. Além disso, o jogador admitiu que não teve uma boa atuação na primeira partida. “Joguei muito mal a primeira partida, parecia que eu estava jogando meio dormindo. Teve uma teamfight que eu sequer consegui ultar, eu apertava R e os dois players que eu mirei acabaram morrendo antes mesmo de eu ultar”, revelou o mid laner.

Conhecido pelo seu Zilean, Rakin não conseguiu desempenhar o que está acostumado a mostrar com esse campeão. Mesmo com uma atuação abaixo do esperado, o mid laner da Big Gods manteve 100% de aproveitamento com o Zilean (vitórias sobre paiN e agora Red Canids).

“Sei que posso jogar muito melhor com o Zilean. Todo mundo sabe que eu jogo com ele e por conta disso ele é um campeões que está na nossa zona de conforto. Então, caso ele passe da fase de bans, as chances de usarmos ele em uma composição são boas. Mas para que ele seja efetivo, sei que preciso jogar melhor, esse jogo eu realmente joguei muito mal”, ponderou Rakin.

O próximo compromisso da Big Gods será no sábado (11), às 13h (horário de Brasília) contra a INTZ, atual campeã do CBLOL.