O Mais e-Sports entrevistou Rafael “Rakin” Knittel após a derrota da CNB contra a paiN Gaming. O mid laner estreou contra o seu antigo clube pela Superliga.

O jogador foi negociado em uma “troca de figurinhas” entre CNB e paiN. Rakin foi para os blumers enquanto Tin vestiu a camisa rubro-negra.

Para Rakin, o time todo da CNB vê o campeonato como uma chance de se provarem e também uma chance da equipe se adaptar para 2018. “Temos o Devo que é um novato, este é o primeiro campeonato presencial dele e ele fez um trabalho excepcional. O pbO que é um veterano e tem a chance de se provar, o Visdom que finalmente ta tendo a chance de ser titular, o Yampi também e eu que to um ano parado e estou voltando,” comenta.

Foto: CNB

Ele completa: “Entramos nesse campeonato com muita vontade de ganhar, mas também com a consciência que é um processo lento. Pode ser um processo lento a gente se encaixar como um time. Mesmo que isso possa desmotivar a gente, nós nos preparamos muito para chegar nesse campeonato com a mentalidade certa e que em 2018 a gente consiga brilhar no CBLOL.”

O Mais e-Sports perguntou se o jogador sentiu uma diferença ao estar voltando para o competitivo. “Não senti. Tiveram alguns quesitos do jogo que me deixaram de mãos atadas. Eu as vezes, realmente, estava meio atrasado para responder algumas coisas, algumas rotações. Mas eu sinto que é algo que eu pego com o tempo. Eu não senti aquela coisa que estou tanto fora do competitivo que não sirvo mais pra isso. Scrim¹ serve para isso. Treino é uma adaptação, uma simulação em si, do campeonato. Para mim, foi de boa.”

O anúncio do jogador na CNB foi uma das grandes notícias dessa off-season². Rakin comenta sobre a recepção da comunidade: “Foi maravilhosa. Eu não esperava uma recepção tão calorosa assim. Quando lançou o vídeo, eu vi vários comentários, vi tanta gente falando ‘vai moleque, é a sua hora’ e vi muita gente mesmo torcendo por mim. Até torcedor da paiN falou comigo ‘estou torcendo para a paiN mas quero você dê um penta.’ É algo bonito de se ver, é legal ver a comunidade indo lá e me apoiando. Ajuda sabe? É um processo difícil de voltar para o competitivo. Vão existir críticas. Vão existir pessoas falando mal, mas essas pessoas que vão lá e me apoiam, elas me animam bastante.

Para finalizar, o mid laner explicou o que a CNB precisa consertar para a próxima partida pela Superliga: “Precisamos ser mais proativos. Estávamos com o pé atrás de fazer certas jogadas, principalmente quando a gente tinha a vantagem no primeiro jogo. Acabamos meio que remediando algo que os oponentes estavam fazendo. No futuro precisamos trabalhar isso, melhorar nossa comunicação e se adaptar para essa nova rotina que está sendo este campeonato.”

Scrim¹ – Scrim é o nome dado aos treinos entre as equipes. Por exemplo, CNB e INTZ jogam partidas durante a semana com o objetivo de treinar para os jogos dos campeonatos que ocorrerão no fim de semana.
off-season² – Nome dado para a época do ano sem as competições oficiais da Riot Games.

Confira a tabela, horário e datas dos jogos da Superliga no Mais e-Sports.

Veja também: TinOwns comenta estreia na paiN e troca de experiências com Kami e Takeshi