- Publicidade -

Entre as equipes participantes da ESL Pro League de Rainbow Six, Ninjas in Pyjamas e Faze representarão a região latino-americana na competição. No entanto, nem tudo são flores. Ambas as equipes sofreram por conta dos vistos de seus jogadores e vão desfalcadas às finais da Pro League.

As dificuldades na resolução dos problemas do visto foi apenas a primeira etapa da confusão causada pela organizadora do evento. Dentro dos servidores da Pro League, NiP e FaZe vão encontrar a continuidade desse processo que começou dias atrás, pelo simples fato de estarem sem seus atletas.

Sem seus titulares e sendo obrigadas a competirem com jogadores com os quais não treinam juntos e, portanto, não estão entrosados, as equipes brasileiras terão um componente de dificuldade maior do que seus adversários na Pro League e terão que lutar, também, contra esse oponente.

ION DE FORA DA PRO LEAGUE

Sem apenas Ronaldo “ion” Osawa, a FaZe é a menos prejudicada nesse sentido. Entre equipe e staff, somente o jogador foi negado de viajar ao japão. Para o lugar de ion, foi chamado Nino “ninexT” Pavolini, ex-atleta de Rainbow Six e atualmente no Apex Legends.

Com passagens por importantes equipes do cenário nacional, como paiN, INTZ e Black Dragons, nessa última com a conquista do título brasileiro de 2017, ninexT está afastado do competitivo do Rainbow Six desde dezembro de 2018.

Segundo o manager da FaZe, Leandro “tgk” Portela, em um vídeo publicado no YouTube, o jogador foi escolhido como substituto por ser conhecido como exímio jogador de FPS e também por já possuir o passaporte europeu, que isenta de visto os visitantes do Japão.

TREINADOR E DOIS JOGADORES DA NIP NÃO VÃO ÀS FINAIS DA PRO LEAGUE

Os Ninjas foram os mais prejudicados: seu treinador. Arthur “Ar7hur” Schubert e os jogadores Júlio “JULIO” Giacomelli e João “Kamikaze” Gomes tiveram seus vistos negados. Sem três peças importantes da equipe, sendo os jogadores parte fundamental do time, a NiP terá que quebrar a barreira linguística para se ter um bom desempenho na Pro League.

Tal barreira existe, pois foram chamados para completarem para a Ninas in Pyjamas dois espanhóis: Alvaro “baroz” Valero Garcia e David “p0Lo” Gómez Urrea. Os dois jogadores estão free agent nos dias de hoje, mas atuavam juntos pela Giants Spain.

Mesmo o espanhol sendo uma língua latina, assim como o português, são idiomas diferentes e isso, de certo, irá ser, em algumas situações, um fator contra a Ninjas in Pyjamas durante a competição.

ESTREIA NA PRO LEAGUE

Como o chamado foi feito em cima da hora, baroz e p0Lo não irão descansar e também não terão tempo de praticar. A FaZe, com ninexT, também passará o mesmo problema, mas com o atenuante de que foi convocado mais cedo e terá alguns dias a mais juntos, apesar de saírem de locais diferentes do mundo.

Com os times desfalcados, a pressão agora cai sobre os adversários dos brasileiros. A DarkZero e Reciprocity, adversários de FaZe e NiP, vão entrar nos servidores com sua equipe completa.

A FaZe pega a DarkZero nesta sexta-feira (8), às 22h15. Já a NiP enfrenta a Reciprocity na madrugada desta sexta para o sábado (9), às 1h30.