Após 3 dias de uma sequência de jogos de PUBG, a FaZe Clan bateu o rival norte americano da Team Liquid e conquistou o título do GLL Grand Slam, levando para casa US$ 130 mil. Enquanto os brasileiros da Red Canids Kalunga (ex-Brazilian Crusaders) não conseguiram manter uma boa constância e ficaram em 13º lugar.

Acontecendo em Estocolmo, na Suécia, 16 times de todo o mundo entraram em um grande palco italiano para disputar a premiação máxima de US$ 300 mil. Funcionando no sistema de pontos corridos e posição, o time vencedor seria o que obtivesse o melhor posicionamento e o maior número de eliminações ao longo de 16 partidas. Os mapas jogados foram Miramar e Erangel.

Imagem
Imagem: FaZe Clan/Divulgação

No primeiro dia de torneio os representantes verde e amarelo fizeram bons resultados de posicionamento e chegaram a ficar em 2º lugar na colocação geral, ganhando confrontos contra as equipes da Athletico Esports e Natus Vincere.

Já no segundo dia a equipe brasileira perdeu o foco e caiu na tabela, não conseguindo pontuar e pegando poucas kills em cada partida. Entretanto, os campeões da FaZe triunfaram ao longo dos 6 jogos diários e bateram o primeiro colocado, a Team Liquid. Assim, no terceiro dia, a equipe manteve o bom desempenho para conquistar o título e levantar a taça. Os meninos da Red continuaram sua saga caindo cada vez mais na tabela, concluindo seu arco na GLL Grand Slam em 13º lugar com 78 pontos.

Com a vitória, a FaZe Clan abre mais uma vaga européia para o próximo GLL Grand Slam. Já a matilha vermelha precisará conquistar novamente a vaga através da próxima ESL LA League, sem previsão de data de início.