Nesse sábado (19), iBUYPOWER Masters teve início e o evento realizado na Califórnia foi repleto de problemas em diversos aspectos que afetaram tanto o público presencial quanto à quem assistia a transmissão virtualmente.

O campeonato marcado para começar às 16h no horário de Brasília, teve como partida de abertura o confronto entre Astralis compLexity. Porém, o embate só ocorreu quatro horas após o definido.

O primeiro problema que levou ao atraso foram alguns problemas de sons, como confirmado pela própria organizadora do evento. Enquanto buscavam solucionar essa adversidade, o jornalista internacional Dekay reportou outra falha da iBUYPOWER, dessa vez na segurança.

“Público entrando na iBP sem ter suas mochilas revistadas ou sem passarem pelo detector de metal” – escreveu Dekay no Twitter. A organizadora respondeu ao jornalista aconselhando o que ficasse “tranquilo que os funcionários estão revistando sim as mochilas”.

Um usuário não identificado respondeu aos tweets dizendo que estava em um assento portando uma Glock, espécie de pistola. A publicação foi suficiente para que todo o público fosse retirado e assim fossem revistados.

Um outro problema atingiu aos jogadores: O telão onde iria passar os jogos ao vivo estava em uma posição que era possível que os competidores vissem toda a transmissão, ou seja, era possível talvez ver a tela do inimigo. A solução foi de deixar duas televisões, de aparentemente 40 polegadas, na ponta do palco para que o fãs assistissem os jogos.

Com o início dos jogos, quem assistia as partidas pela stream oficial sofreu com os problemas de sons como uma voz robótica que vinha reproduzindo as falas que os narradores e comentaristas falavam.

A organização publicou no seu perfil no Twitter que pelos problemas ocorridos, irá reembolsar os torcedores e que amanhã (último dia de evento), essas adversidades não voltarão a aparecer.

As partidas estão acontecendo em uma casa de show famosa da Califórnia, a Avalon Hollywood. Pelos problemas ocorridos, algumas partidas – como o confronto entre a brasileira Luminosity e Liquid – estão sendo realizadas sem transmissão para que o primeiro dia de evento possa terminar antes da hora que a Avalon voltará a ser uma balada e será aberta ao público.