BLAST Pro Series: Istambul terá início na próxima sexta (28) e terminará no dia seguinte. Com algumas peculiaridades como o formato disputado, o campeonato contará com equipes, como a melhor do mundo, Astralis, o time de Gabriel “Fallen” Toledo – MIBR e o novo time do sueco Robin “flusha” Rönnquist, Cloud 9.

Além destes, há também os donos da casa, Space Soldiers, os experientes jogadores da Ninjas in Pyjamas e a decadente Virtus.Pro, disputando a premiação de 125.000 dólares que estarão em jogo na Ülker Sports Arena.

 O Mais e-Sports preparou o power ranking dessas 6 equipes competindo na BLAST Pro Series.

6 – Virtus.Pro 

NEO, pashabiceps, MICHU, morelz, snatchie

A tradicional equipe polonesa, chega no campeonato sem muita esperança. Depois da saída de Janusz “Snax” Pogorzelski, um dos principais jogadores, o time vem tendo péssimos resultados. No Major, a equipe não conseguiu chegar à fase de grupos, após ser derrotada pela North e ficar com um placar de 0-3. 

Com Piotr morelz” Taterka, os poloneses perderam a maioria das últimas séries disputadas, demonstrando muitos problemas tanto quanto do lado terrorista como CT. Sem enfrentar equipes tier 1 desde Maio, quando foram derrotados em 2 mapas a zero para a Natus Vincere, a chance de chegar à final do torneio é pouca.

5 – Space Soldiers

MAJ3R, XANTARES, Calyx, paz, ngiN

Sem muita tradição dentro do CS:GO, os turcos não vêm conseguindo definir um estilo de jogo sólido, para vencer e crescer no cenário. Sem mudanças recentes na escalação, a equipe que ficou conhecida por ter um lado terrorista forte na Cache, sofre bastante em mapas como a Inferno, tendo perdido 3 das últimas partidas disputadas.

Tendo ganhado bastante conhecimento no cenário internacional após vencer a SK Gaming, agora MIBR, na ESL One Belo Horizonte por 2-0, os turcos não despontam. Sofrendo diversas derrotas para equipes mais fracas, é difícil imaginar o time de Engin “MAJ3R” Küpeli fazendo bons jogos contra a esquadra dinamarquesa da Astralis ou os suecos da NiP. 

4 – Cloud 9

flusha, Skadoodle, Golden, RUSH, autimatic

Com um início de ano maravilhoso tendo sido a primeira equipe estadunidense a vencer um Major após bater a FaZe Clan por 2-1, as diversas mudanças na line-up não têm tido um bom efeito na organização norte-americana. Num período de menos de um ano, jogadores saíram da equipe, dificultando a criação de uma identidade do time dentro do jogo.

A equipe que está há mais de um mês sem vencer uma partida, terá de surpreender as 3 melhores escalações dessa BLAST Pro Series e não cometer diversos erros contra Space Soldiers e Virtus.Pro caso queira ter uma boa performance no campeonato. Com a nova adição de Robin “flusha” Rönnquist, a C9 pode ser uma boa surpresa no torneio.

3 – Ninjas in Pyjamas

f0rest, GeT_RiGhT, dennis, Lekr0, REZ

Sem muito brilhantismo, os suecos demonstram ser um ótimo time, literalmente. Com um ótimo estilo de jogo em conjunto, o NiP vêm surpreendendo as grandes equipes com uma boa qualidade tática. Com estratégias bem definidas e um jogo solidificado, jogado com calma, o time sueco tem bastante potencial para ir longe.

Recentemente, no qualificatório do Major, comandados por Christopher “GeT_RiGhT” Alesund, conseguiram se classificar à fase de grupos do torneio sem perder nenhum mapa, principalmente tendo batido a Astralis, que se consagrou campeã em cima da Na’Vi. Além das suas qualidades, as partidas antes da final sendo disputadas em MD1 podem ser a brecha que a equipe precisava para conquistar o título.

Você pode apostar em todos os jogos da competição através da Betway

2 – MIBR

Fer, Stewie2k, Fallen, coldzera, Tarik

O time dividido entre brasileiros e estadunidenses vem encontrando seu jogo e mostrando melhoria, o que foi concretizado com a obtenção da quarta posição no ranking da HLTV após a, também, quarta posição no FACEIT Major London. Mesmo não tendo ganhado campeonatos de expressão com essa line-up, a expectativa sobre a equipe é gigante.

Com muita pressão vinda por parte dos torcedores brasileiros que esperam resultados dignos da marca MIBR, Fernando “Fer” Alvarenga e seus companheiros estão evoluindo cada vez mais, porém, ainda sofrem contra equipes de alta qualidade, como foi vista no Major após terem tomado o histórico 16-0 para os dinamarqueses da Astralis e terem sido derrotados com facilidade para a Na’Vi na semifinal. A esperança sobre eles é de, no mínimo, chegarem à final.

1 – Astralis

dupreeh, device, Magisk, gla1ve, Xyp9x

A melhor equipe do mundo tem todo o favoritismo para vencer a BLAST Pro Series sem sofrer muitas dificuldades. Sua campanha nos playoffs do Major fortaleceram essa ideia, já que a equipe venceu 3 MD3s sem perder nenhum mapa, demostrando força individual e tática, impulsionada tanto pela experiência de seus jogadores quanto pela qualidade do seu treinador.

Inovando em estratégias, principalmente sobre o uso de granadas, Danny “zonic” Sørensen é definitivamente o melhor treinador do mundo atualmente, tendo um papel importantíssimo nas conquistas da equipe dinamarquesa. Com uma belíssima disposição tática, a Astralis tem plena chance de vencer o torneio e conquistar a premiação de 125.000 dólares.

Dentro das partidas, porém, tudo é possível. Os 6 anos de campeonatos de CS:GO demonstraram diversas vezes como surpresas são comuns de acontecer. Será a BLAST Pro Series: Istambul o palco de mais uma dessas surpresas?

Confira toda a cobertura do campeonato no Mais e-Sports.

Você pode apostar em todos os jogos da competição através da Betway