Um dos destaques do CNB e-Sports Club na vitória sobre a KaBuM e-Sports, o AD Carry Pablo “pbo” Yuri conversou com o Mais e-Sports sobre o início da temporada dos blumers, o próximo confronto contra a paiN Gaming e também sobre a sua evolução desde que chegou ao clube.

O AD Carry revelou que o CNB já esperava um 2 a 0 sobre a KaBuM, no entanto, em sua opinião, a equipe ainda vem apresentando alguns erros em treinos, que voltaram a se repetir durante o confronto do último domingo (29).

“Estamos tentando melhorar o nosso early game. Uma coisa que eu percebi é que a gente pega muita kill e poucos objetivos e na série contra a KaBuM, tentamos mudar totalmente isso, pegar menos kills e focar mais em objetivos. Estamos evoluindo a cada dia”, conta pbo.

Para o confronto das 13h (horário de Brasília) do próximo sábado (4) contra a paiN Gaming, pbo diz não saber muito bem o que esperar da partida, mas acredita que será uma disputa muito difícil, já que o CNB ainda está evoluindo. O atirador ainda disse que a sua mentalidade pessoal para o 1º split também é evoluir a cada jogo, chegar nos playoffs e “arregaçar” todo mundo.

Quando questionado sobre ser ou não um dos melhores ADCs do Brasil, o atirador do CNB disse se considerar um dos melhores da posição, mas não o melhor porque ele ainda tem muito a evoluir. “Eu não sinto peso nenhum nas costas sobre ser um dos melhores. Sei que a torcida do CNB cobra bastante, fiquei sabendo disso no 1º split do 2016 em que ficamos em último praticamente e desde então, sigo melhorando”, afirma o jogador.

Já em relação a evolução em seu gameplay desde que iniciou sua carreira no cenário competitivo, pbo lembrou a derrota sofrida para a INTZ na final do 2º split de 2016 e que não quer passar por isso denovo em 2017.

“Neste ano eu entrei com a mentalidade de título no 1º split. Chegar na final e perder é muito bad, muito frustrante e eu não quero isso denovo. Esse ano estou dando o meu máximo, estou jogando tudo que não joguei no ano passado. Sendo bem sincero, ano passado eu não dei meu 100% no 2º split com os três jogadores que chegaram no CNB, enquanto eles estava rasgando a camiseta, eu não joguei metade do que eles jogaram. Neste 1º split, não quero ficar atrás, quero ser o melhor de todos”, finalizada o AD Carry.