Francisco “Duclou” Duclou e Pablo “pbO” Yuri conversaram com os jornalistas em uma coletiva de imprensa após mais uma derrota da CNB no CBLOl 2019.

A coletiva inicia comentando sobre a derrota para a INTZ. O atirador explica que a composição da CNB necessitava que o time forçasse lutas no início do jogo. “Basicamente não forçamos,” explicou o ADC. Ele também conta que a equipe tinha condições de vender uma luta que ocorreu no mid mas a execução dos blumers não foi boa: “Ao meu ver a gente ganhava muito fácil aquela luta, tínhamos itens comigo, no Sylas e no Renekton. Ficamos separados, cada um deu engage em cada um e eles venceram a luta.”

Ao ser questionado sobre os problemas do time, pbO responde: “Basicamente nossos treinos não são nada produtivos. Já havia comentado sobre isso atrás. Nos treinos não conseguíamos fazer nada. Nosso grande problema é o mid game. O que rola nos treinos é que não estamos chegando no mid game… ou ganhamos ou perdemos antes disso. Então ficamos muito perdidos. Dá para ver nos jogos do CBLOL que a gente não sabe o que fazer neste momento do jogo. Acho que um dos principais motivos de não estarmos evoluindo mais é por causa disso. Nosso treinos são horríveis, conseguimos treinar nada e é isso.”

Ao ser questionado se o time está preocupado com a melhora da Team One, o ADC blumer explica que o que mais preocupa é a CNB não conseguir realizar um bom jogo.

“Acho que eles estão mandando bem, se eles continuarem assim e a gente continuar trollando eles podem passar a gente. É basicamente continuar treinando para a próxima semana e tentar ganhar… pelo amor de Deus,” comentou pbO.

pbO CNB
Foto: Riot Games

Um dos jornalistas pergunta se o time não conseguiu encontrar alguma saída para os problemas nos treinos, pbO desabafa: “Cara… eu não sei como explicar, como falar isso. Já mudamos muita coisa. Teve a entrada do Mental. Mudamos coisas fora e dentro de jogo. Sei que no CBLOL apresentamos muitos jogos que vamos para o late game, a gente prefere assim. Em scrims a gente testa outras coisas também e como falei, acaba não funcionando. Eu não sei o que fazer. Praticamente tudo que fazemos não dá certo… Então, é isso. Não sei o que fazer.”

Logo depois, o atirador aponta que falta comunicação entre os próprios jogadores: “Acho que falta nós conversamos mais entre nós mesmo, os jogadores. Fazemos isso muito pouco e acredito que para um time evoluir tem que fazer isso, tem que acontecer isso. Eu acho que a gente precisa ficar na mesma página, alguém tentar chamar a responsa.”

O ADC relembra a campanha da CNB no 1° split onde os blumers foram para os playoffs da competição com vários jogos em torno da bot lane. “Os treinos também não rendiam muito mas a gente tinha achado uma solução. Faltam três jogos e é basicamente tentar achar uma solução para resolver. Está difícil e estamos deixando escapar vitórias que não faz sentido.”

Finalizando a coletiva, o jornalista do Mais Esports perguntou para o atirador se ele acredita que Mental chegou tarde demais e pbO concorda: “Eu acredito que se o Mental tivesse desde o 1° dia na GH talvez o resultado hoje seria diferente. Desde que ele chegou, ele agregou muito. Só que também, tem jogadores que não consegue lidar direito com ele sabe? Eles não se entendem. Mesmo com ele chegando, foi bom mas ainda acontecem muitos problemas que não conseguimos arrumar.”

Duclou concorda dizendo que caso o Mental tivesse chegado antes o time não estaria passando por certos problemas.

A CNB segue em 7° lugar no CBLOL 2019, você acompanha toda a Cobertura no Mais Esports.