O Top Laner da KaBuM Pedro “Lep” Marcari será o representante do Brasil para a Top Lane do All-Star.

O All-Star é ume vento organizado pela Riot onde o público vota em jogadores de cada posição. Os jogadores mais votados de cada posição jogam o campeonato. É importante relembrar que um time não pode ter mais de 2 participantes na seleção do All-Star, logo alguns jogadores não foram selecionados mesmo conseguindo ter a maior votação em sua posição (Como foi o caso do Mylon).

Lembrando que o time selecionado conta com Revolta, Kami, brTT, Loop, Leep e Alocs (Reserva) – Clique Aqui para saber Mais

Lep conversou um pouco comigo sobre a ida dele para o All-Star. Confira algumas perguntas que eu fiz para ele:

O que você achou de ter sido Selecionado para o All-Star?

Eu achei muito maneiro, mesmo sendo o terceiro mais votado. Estou muito feliz porque é uma chance que eu tenho de me redimir com a comunidade jogando novamente um campeonato internacional. Vou dar meu máximo para a gente se sair bem independente com quem eu esteja jogando.

Como você acha que vai ser jogar com o brTT, sabendo que vocês não se dão tão bem juntos?

Acho que não tem nada demais. A galera acaba botando muito fogo nisso ai e eu vou jogar como eu jogaria com qualquer jogador.

Você acha que você e todo o cenário brasileiro tiveram uma grande evolução desde quando a KaBuM participou do Mundial?

Acho que tivemos sim. Naquela época não sabíamos de muita coisa, não tínhamos tantas noções de picks e bans, rotação. Estamos começando a ter cada vez mais coaches no Brasil e creio que em relação as outras regiões de Wild Card o Brasil é a mais forte.

Lembrando que o time selecionado conta com Revolta, Kami, brTT, Loop, Leep e Alocs (Reserva) – Clique Aqui para saber Mais