A menos de dois dias da final do CBLoL entre Team One e paiN Gaming, o Mais e-Sports procurou ouvir alguns jogadores e técnicos que disputaram o 2º split da competição para saber quais eram os seus palpites para a grande final do campeonato. Ao todos ouvimos três jogadores (Revolta, Goku e Lep) e quatro treinadores (Djoko, Dionrray, Peter Dun e Galfi), que em sua maioria acredita que a paiN Gaming sairá vencedora e representará o Brasil no Mundial de League of Legends.

Entre aqueles que acreditam que a Team One vencerá a final do CBLoL, estão o treinador da INTZ, Peter Dun e o jungler da Keyd Stars, Gabriel “Revolta” Henud. Para Peter, o time de 4LaN e companhia sairá vencedor deste confronto com tranquilidade.

“A Team One vai vencer de maneira confortável. Não posso dar muitos detalhes, mas a paiN tem algumas falhas e a Team One tem tudo para explorá-las. E desta vez a paiN não terá a carta na manga como teve contra a INTZ, quando nós não podíamos jogar com hypercarriers”, crava Peter.

Revolta afirmou que a Team One conseguirá o título porque “eles apresentam ter conceitos que a paiN ainda não tem e acredito que os picks da Team One são extremamente favoráveis para esse jogo, a única coisa que me deixa com um pé atrás é a falta de experiência deles, mas acho que dá 3 a 1 Team One”, finaliza o jogador.

Belo Horizonte (MG) receberá seu primeiro grande evento de esporte eletrônico. Foto: Divulgação/Riot Games

Já entre os que acreditam na paiN Gaming, Djoko, Goku, Lep, Dionrray e Galfi, todos apontam a experiência da equipe vermelho e preto como grande vantagem nesta decisão. Confira:

Djoko, treinador da Keyd Stars: “Acredito que fica 3 a 1 para a paiN. A paiN é uma equipe mais experiente e mostrou mais versatilidade durante esse split. Vale lembrar que a torcida mineira estará comparecendo pela primeira vez num evento do esporte eletrônico desse porte, e em todas as finais que compareci, a torcida pesava para o lado da paiN”.

Dionrray, treinador da ProGaming: “Acredito em um 3 a 1 para a paiN. Creio que a paiN tenha tido bastante tempo para estudar a Team One e ver seus pontos fortes e fracos, sabendo exatamente como lidar com eles. Ainda, lane por lane, o diferencial pode ser a bot lane da paiN caso abusem da agressividade natural deles contra a dupla da Team One que é mais passiva, ou apostem em um hypercarrier para o Matsukaze, que dificilmente será punido no earlygame. Outro diferencial será a champion pool do Kami, bem maior do que a dos mid laners adversários”.

Goku, mid laner da Pro Gaming: “Acho que fica 3 a 2 para a paiN. Acredito que a experiência em uma final pesa muito e os solo laners da paiN estão um pouco na frente dos da Team One”.

Galfi, treinador da Red Canids: “É muito difícil falar, mas acho que a paiN vence na real. Também acredito que a Team One tire pelo menos um jogo deles na final, então 3 a 1 paiN Gaming”.

Lep, top laner do CNB: “Acho que a experiência vai fazer a diferença nessa final e grande parte da torcida vai ser para a paiN. Além disso, acho que os jogadores da paiN estão muito hypados, porque eles tem nome e não estavam em boa fase a algum tempo, então acredito que não vão deixar essa oportunidade de poder mostrar que eles são bons passar. Mas acho que vai ser bem pegado essa final, então 3 a 1 para a paiN”.

Vale a pena lembrar que a final do CBLoL entre Team One e paiN Gaming acontece neste sábado (2), a partir das 17h (horário de Brasília), no ginásio do Mineirinho em Belo Horizonte (MG).