Para quem esperava uma vitória tranquila da paiN Gaming sobre a Operation Kino, acabou surpreendido. A OPK conseguiu uma virada sensacional em uma partida de mais de uma hora, mas não foi páreo para a Katarina de Kami e a Camille de Mylon no segundo jogo da série.

Confronto emocionante e virada para a Operation Kino!

Depois de um começo de jogo alucinante, em que a paiN Gaming conseguiu um ace e quebrar o inibidor da Operation Kino com 18 minutos de partida, o time vermelho e preto apenas controlou as ações do jogo e esperou pelos melhores momentos para dar engages e conseguir fechar o jogo.

Após uma ótima teamfight, a paiN Gaming conseguiu mais um ace e de quebra levou o primeiro Barão da partida. Apesar ter o buff do Barão nas mãos, o time da paiN não conseguiu utilizá-lo para a fechar a partida.

Com o passar do jogo, a Operation Kino foi conseguindo se recuperar e ao levar o segundo Barão da partida, o time foi capaz de usar o buff para destruir algumas torres e respirar no confronto.

Ranger demonstra animação durante a primeira partida – Foto: Riot Games Brasil

A paiN Gaming continuou insistindo no split push com Kami destruindo os inibidores das rotas do meio e inferior. Para responder a isso, a OPK conseguiu levar mais uma vez o Barão e foi ganhando espaço no mapa, colocando as torres de fora da base da paiN no chão.

Depois da paiN Gaming levar o quarto Barão da partida, Kami e Mylon acabaram sendo pegos pela Operation Kino, que se empolgou e mesmo com a desvantagem do buff do Barão, conseguiu destruir o inibidor da rota do meio da paiN.

Com isso, a OPK aproveitou o bom momento e depois de uma grande teamfight iniciada com o ultimate do Malzahar pra cima do Kami, a Operation Kino foi com tudo para destruir o Nexus da paiN, vencendo a sua primeira partida no CBLOL 2017!

Mudança na jungle, Katarina para Kami e vitória tranquila para a paiN Gaming

A derrota de virada mexeu com o brio da paiN Gaming. Com Rodrigo “Tay” Panisa no lugar de Thúlio “sirT” Carlos na jungle e com uma Katarina nas mãos de Gabriel “Kami” Bohm e uma Camille sendo controlada por Matheus “Mylon” Borges, a paiN veio com tudo para a segunda partida.

Com três kills logo no começo do jogo, Kami conseguiu o que precisava para fazer o que uma Katarina faz de melhor, burstar um oponente. Além disso, o ótimo trabalho de Tay e Mylon no top, deu grande vantagem para a Camille, que conseguiu também 3 kills e o first brick para sua equipe.

Após Kami eliminar Ranger na top lane e Mylon matar Aoshi na jungle, a paiN Gaming conseguiu o espaço que precisava para fazer o primeiro Barão da partida e abrir ainda mais vantagem de ouro e objetivos sobre a Operation Kino.