A INTZ saiu na frente após um vacilo da paiN Gaming no late game que custou a primeira partida, no entanto, no segundo jogo, a paiN dominou a partida e sem dar chances para cometer os mesmos erros da partida anterior, venceu e empatou a série.

paiN vacila e INTZ vence o primeiro jogo

A partida começou com a paiN Gaming dando as cartas. Com vantagem no top e na mid lane, a paiN conseguiu o primeiro abate da partida, após tay surpreender Turtle que tentava um gank no mid.

Aproveitando de uma teamfight favorável no rio, a paiN Gaming conseguiu mais um abate, desta vez para a Xayah de Matsukaze, o que criou espaço para que a equipe de Kami e companhia conseguisse fazer o primeiro Dragão da partida e depois de uma corrida para ver quem levaria o first brick, Kami e Mylon conseguiram conquistar mais um objetivo para a paiN.

A mobilidade da paiN Gaming continuava a fazer a diferença. Depois de Turtle ser pego mais uma vez, o jungler da INTZ até que tentou fugir com seu Olaf, mas Mylon conseguiu prender o adversário com uma grande ultimate do seu Jarvan e colocou mais um abate na conta da paiN, já Ayel, que tentou salvar seu companheiro, acabou pagando a conta e também foi eliminado depois de ser controlado pelo trio tay, Kami e Mylon.

Foto: Riot Games

Aos 25 minutos de partida, a paiN Gaming tentou fazer o Barão aproveitando que seu top lane tinha Teleporte, enquanto Ayel da INTZ não. No entanto, após tay usar seu Smite muito antes, Turtle conseguiu roubar o Barão e na sequência, Ayel ainda conseguiu abater Loop e Matsukaze, fazendo com que os intrépidos assumissem o controle da partida.

Com o buff do Barão nas mãos, a INTZ conseguiu destruir três torres e ainda conquistar um Dragão Infernal, fazendo com que os intrépidos abrissem uma vantagem de aproximadamente 4k de ouro em relação a paiN Gaming.

Foto: Riot Games

Já aos 35 minutos, foi a vez de tay dar o troco para cima de Turtle e roubar o Barão para a paiN Gaming. Depois do roubo, a paiN levou a melhor na teamfight ao conseguir três abates e sofrer apenas duas baixas. Com o buff nas mãos, o time de Kami conseguiu seu 4º Dragão na partida e três torres, sendo uma dela a torre da base da INTZ pela rota do meio.

Na marca de 40 minutos, depois de uma iniciação precipitada por parte de Mylon, a INTZ conseguiu abater o top laner e o jungler da paiN e marchou para a base do time adversário. Depois de conseguir destruir a torre e o inibidor da rota do meio, os intrépidos tentaram dar o GG direto, mas com Mylon e tay nascendo, a paiN Gaming deu o troco, abateu quatro inimigos e foi rumo a base da INTZ, onde conseguiu destruir os inibidores do meio e da top lane.

Com quase 52 minutos de jogo, a paiN tomou a decisão que custou a partida. Com Loop levando Matsukaze para a base intrépida, os jogadores da paiN Gaming até conseguiram levar o inibidor do top, mas assim que os jogadores da INTZ conseguiram retornar para a base, executaram uma ótima teamfight, abatendo três adversários e assim marcharam para a base da paiN Gaming e conseguiram acabar com a partida, colocando 1 a 0 na série.

Sem vacilos, paiN empate a série!

Com um início de jogo mais lento, paiN Gaming e INTZ se estudaram bastante antes das ações começarem na segunda partida. Apesar de alguns feitiços gastos, apenas aos 9 minutos o zero saiu do placar com Turtle e seu Olaf conseguindo o abate para cima do Braum de Loop. No entanto, a paiN Gaming aproveitou o espaço criado pelo jungler da INTZ na rota inferior e com Kami e tay na top lane, conseguiram o first brick da partida, enquanto os intrépidos responderam destruindo a rota do meio e abatendo o Dragão Infernal.

Aos 14 minutos de partida, depois de ter abatido Jockster, a paiN Gaming destruiu a T2 da bot lane, enquanto a INTZ preferiu não defender a estrutura e optou por ficar com o Arauto e com a T1 do top.

Depois disso, depois da paiN dar um pickoff para cima de Envy, o time de Kami e companhia forçou uma teamfight que acabou com um abate para cima de Jockster e a destruição da T2 da mid lane. Com essa conquista, a paiN Gaming ganhou ainda mais espaço de mapa, com 5 torres ao seu favor, contra apenas duas da INTZ.

Aos 25 minutos, a paiN Gaming iniciou o Barão e ao ser contestada pela INTZ, conseguiu abater Envy e Ayel, abrindo assim caminho para que o objetivo fosse conquistado com tranquilidade. Aproveitando o buff do Barão e abates em cima de Jockster e Turtle, a paiN destruiu a torre e o inibidor da top lane aumentando sua vantagem para 6k de ouro.

Controlando a vantagem obtida no decorrer da partida, a paiN Gaming ditava o ritmo da partida até que aos 36 minutos de jogo, depois de uma ótima sentença de Jockster com seu Thresh pra cima de Mylon, a INTZ conseguiu abater o top laner e de quebra também a Elise de tay. Com isso, os intrépidos tiveram caminho livre para fazer o segundo Barão da partida.

Apesar de ter o buff do Barão nas mãos, a INTZ não conseguiu utiliza-lo e continuou atrás na partida. Depois de um pickoff em Envy, a paiN Gaming conseguiu o espaço necessário para ficar com o Dragão Ancião e com esse buff nas mãos, partiu para a base intrépida onde abateram Jockster e com isso destruiram os três inibidores do adversário.

Com a pressão de super minions vindo de todas as rotas, era questão de tempo para que a paiN Gaming conseguisse colocar o Nexus no chão, vencesse a partida e empatasse a série contra a INTZ.