O sul-coreano Kim “Olleh” Joo-sung se tornou uma das figuras mais queridas pelo cenário brasileiro de League of Legends após sua passagem pela paiN Gaming.

Em entrevista ao site americano Blitz Esports, o atual suporte da Team Liquid revelou que fãs brasileiros o ajudaram a não desistir de sua carreira.

Doublelift e Olleh se abraçando após vitória na LCS NA – Foto: Riot Games

A jornalista perguntou para Olleh sobre uma doação que ele havia feito para uma ONG brasileira. Olleh contou sua história, confira:

“Dois anos atrás, após eu ter falhado em Taiwan… Eu estava muito a fim de aposentar. Pois o medo era muito grande e todos lá estavam me culpando. Eu queria desistir, não queria mais ser um jogador. Mas a coisa boa foi meus fãs brasileiros simplesmente torcendo por mim, dizendo que ainda me amam, que ainda acreditam em mim. Isso me fez pensar ‘talvez eu posso tentar’, pois tem algumas pessoas que ainda torcem por mim então eu pelo menos tenho de tentar novamente.

“Eu comecei a jogar na soloQ coreana com 100 de ping e eu peguei Challenger. Eu vi que vários coreanos jogadores profissionais não conseguiam pegar Challenger. Várias pessoas não conseguiam! Eu pensei, eu consigo novamente! Individualmente eu não sou tão ruim assim, mas eu só preciso voltar a aprender, preciso recomeçar.

“Eu sou muito grato a todos meus fãs brasileiros porque de outra maneira eu simplesmente teria finalizado minha carreira. Eu não sabia o que falar, então eu comecei a pensar em um jeito e talvez fazer doações seria algo legal”.

Veja: Como Olleh pegou o primeiro lugar na soloQ jogando apenas de suporte

Você pode assistir a entrevista completa no Canal do Youtube Blitz Esports.