Fala pessoal! Aqui é o Tom Gerina e hoje eu vim trazer uma análise/previsão do que esperar pra a finalíssima da LCS North America que vai acontecer amanha às 16hrs de Brasília entre TSM e C9

Tendo terminado respectivamente em primeiro e segundo lugares, TSM e C9 tiveram uma campanha bem sólida nesse Split da LCS.

Acredito que a melhor de 5 amanhã será de alto nível, e bastante disputada. Como bom torcedor do TSM, acho que o eles devem ganhar por 3 a 2, mas acredito também que C9 tenha boas chances de conseguir o título.

A primeira colocação garante 90 pontos de campeonato para o time vencedor. O que os deixaria bem próximos de uma vaga no Mundial do final do ano e por isso, pode-se esperar um jogo muito agitado desde o early game, com os dois times tentando prever inversões de lane e táticas avançadas. Vamos a elas?

Clique Aqui para ver dados do Faker no Competitivo

Team Solo Mid

Liderado pela super estrela dinamarquesa, o mid laner Bjergsen é o coração do time, e com certeza será o foco do jogo tanto pelo seu time, quanto do Cloud 9. Santorin o jungler, deve usar de sua pressão no início toda na mid lane, principalmente se ele pegar seu champion mais forte do momento, o Gragas. É super provável também que, o support Lustboy “abandone” o Wildturtle por algum tempo para fazer ainda mais pressão na mid lane, para que Bjergsen saia dela com uma vantagem, mesmo que pequena. Podemos esperar assim, que Lustboy pegue provavelmente Annie ou Nautilus para fazer esse movimento. Assim sendo, Wildturtle e Dyrus devem pegar campeões que se adaptem ao time. Prováveis picks para eles seriam Maokai e Sion para Dyrus caso a intenção seja fazer uma linha de frente bastante Tank, ou Rumble caso a intenção seja capitalizar em teamfights de dragon no mid game. Pra Wildturtle, os picks devem variar entre Sivir, com a intenção de puxar lanes rapidamente e botar pressão, Lucian e Corki para obter controle do ritmo da lane ou até mesmo uma Jinx caso o objetivo do Team Solo Mid seja arrastar o jogo para que ele dure um pouco mais.

Cloud 9

Com nomes não menos famosos, C9 vem com força depois de ter saído perdendo por 2 a 0 do Team Impulse nas semis. A virada certamente terá dado um boost de moral para a equipe que em minha opinião é mais balanceada em talento em todas as lanes do que o Team Solo Mid.  O grande nome do time nesse Split foi o Ad Carry Sneaky, que literalmente carregou o time para os playoffs. Cloud 9 era conhecido com um time que saia das lanes praticamente empatado e jogava as teamfights com uma precisão absurda, ganhando vantagem a partir delas. O jungler, Meteos vai ter que se desdobrar para bater de frente com o duo Santorin e Bjergsen, porque diferentemente do jungler do TSM, Meteos está acostumado em botar pressão em todas as lanes, incluindo a top lane, que tem sido uma ilha fora do mapa para o Team Solo Mid nesse Split. Resta ver se a estratégia do C9 vai ser bater de frente na mid lane ou tentar ganhar terreno no bot e no top que estarão recebendo menos atenção por parte do Santorin. Os campeões preferenciais serão a Sejuani para o Meteos, Rumble para o Balls e Nautilus para o LemonNation. Sneaky possui um leque de campeões jogáveis parecido com o do Wildturtle, o que pode gerar uma disputa interessante. Lucian, Corki, Graves e Sivir devem ser boas opções para os dois jogadores.

 

O Fator Zed

Com os dois melhores Zed do NA duelando, o ninja das sombras deve ser bem disputado nessa série. Será que Bjergsen vai deixar que Hai o pegue? O que ele terá preparado para tentar counterá-lo? Minha aposta é o Urgot. Nesse patch atual, com os buffs, o segundo gordo mais querido do League está muito forte. Seu escudo que escala agora com %mana é um pé no saco para os assassinos que antes dominavam a mid lane. De qualquer forma, vai ser divertido ver um expert em Zed jogar contra um de seus campeões preferidos.

De qualquer forma, essa série tem tudo pra ser a melhor do ano até agora. Dois times com potencial para dominar o mundo, recheados de estrelas e jogadores com muita mecânica envolvida.

Veremos Wildturtle flashando agressivamente? Bjergsen fazendo jogadas incríveis? Meteos controlando o early game como ninguém?

Aposto que sim.

Abraço!

Clique Aqui para ver dados do Faker no Competitivo