Um ano após mudar seu formato, o CBLoL mais uma vez passará por mudanças para a próxima temporada. Desta vez, o formato da série foi mudado, porém mais jogos foram adicionados durante a Fase de Grupos, além de mudanças nas regras da competição.

Mais jogos na Fase de Grupos

A mudança principal na competição é no formato das séries e quantidade de jogos durante fase de pontos da competição. Em 2018, o torneio implementou o formato MD3 (Melhor de três) em suas séries. A partir de 2019, teremos o formato MD1 em três turnos, o que significa que uma equipe jogará contra outras três vezes, mas em ocasiões diferentes. O formato do calendário possibilitará que as equipes tenham certo intervalo entre esses encontros, o que abre mais possibilidades para que possam se recuperar, ou mudar estratégias para os próximos jogos, já que as equipes podem se encontrar em patchs diferentes, e todas essas partidas valerão pontos na competição.

Para que isso seja possível, o calendário desta fase foi aumentado. Antes a competição contava com sete semanas na Fase de Grupos, e agora contará com 10 semanas. Além disso, todas as equipes jogarão tanto no sábado quanto no domingo, o que faz com que a quantidade de partidas dessa etapa suba para 84 jogos (Na MD3 poderíamos ter entre 56 e 84 jogos). Teremos um total de quatro jogos por dia.

Para que essa mudança fosse possível, os playoffs voltaram para o seu formato antigo: 1° x 4° e 2° x 3° nas semifinais. No comunicado de mudança de formato, a empresa comentou que entende que o formato de escalada usado em 2018 agradou muitas pessoas, porém por questão de tempo de competição e ajuste com o tempo de outras ligas, no momento não seria possível manter o novo formato e a escalada.

Com o fim da escalada nos playoffs, a “escavada” também teve seu fim decretado, voltando para o formato antigo onde o último colocado é rebaixado diretamente e o vice-campeão do Circutio Desafiante jogará a série de promoção contra o sétimo colocado do CBLoL.

Mudanças em algumas regras

Em 2019, as equipes do CBLoL e do Circuito Desafiante precisarão inscrever obrigatoriamente um técnico em sua equipe, diferente de 2018 onde equipes da segunda divisão não eram obrigadas a inscrever. Além desta mudança, as equipes poderão inscrever até dois técnicos oficiais, e terão a opção de utilizá-los simultaneamente durante a fase de Picks e Bans.

O critério de desempate principal que era o maior número de jogos únicos vencidos foi alterado para maior número de vitórias nos três confrontos diretos. Os outros dois critérios (menor tempo acumulado de vitória e um partida de desempate) seguem sem alterações. A escolha de lados também sofreu alteração: Nas sete primeiras rodadas os lados serão pré-selecionados, e nas outras sete rodadas, esses lados serão invertidos. Para decidir o lado que cada equipe jogará nas sete últimas rodadas (onde cada equipe já se enfrentou duas vezes), será olhada qual equipe venceu mais partidas no confronto direto (e essa terá o poder de escolha). Caso cada equipe tenha vencido uma partida, então será usado o menor tempo de vitória nos dois jogos jogados entre as equipes em questão, regra que era usada em 2018 para definir os lados na terceira partida.

Em 2018, as equipes podiam inscrever novos jogadores até a 5° rodada, e os mesmos poderiam estrear apenas duas semanas depois. No próximo ano, os times terão o prazo máximo até a 17° rodada, e o jogador poderá jogar após o prazo de 1.5 semanas.

 

O CBLoL 2019 começará no dia 12 de janeiro.