Medidas disciplinares serão adicionadas ao Navegador de Servidores devido à má conduta dos jogadores.

Uma semana depois do lançamento do Navegador de Servidores nos servidores ao vivo, Jeff Kaplan, diretor do jogo, comentou no fórum geral sobre as mudanças que serão implementadas no modo motivadas pelo uso indevido da ferramenta. Confira o que foi comentado:

Olá pessoal,

Quando nós introduzimos o Navegador de Servidores e as novas ferramentas de Jogos Personalizados, estávamos animados para permitir jogadores a ganharem experiência jogando o jogo em únicas e divertidas maneiras. Nós também sabíamos que existia o potencial desse sistema ser abusado mas nós queríamos dar a todos o benefício da dúvida antes de nos tornarmos extremamente restritivos com o sistema. É muito desapontante para nós vermos que os jogadores abusaram do sistema para ganhar experiência enquanto inativos. Como alguns de vocês notaram, Confrontos em Jogos Personalizados não recompensam experiência. Ademais, o contador de inatividade agora está no modo Confronto (apenas em Jogos Personalizados). Essa mudança está sendo implementada em um período de 24h e deve estar em todas regiões até o fim do dia.

Eu vi algumas discussões na comunidade e na imprensa sobre esse tópico e às vezes é comentado sobre isto como se fosse uma área cinza. É errado ou é certo? Bem, deixe-me pegar uma área cinza e fazer dela um preto e branco absoluto para vocês. Abusar e aproveitar de Jogos Personalizados ou qualquer outro modo para ganhar experiência enquanto inativo NÃO é certo. A razão de eu querer ser extremamente claro quanto isso é porque nós vamos começar a tomar ações disciplinares contra quaisquer pessoas que tomarem parte dessas atividades. Se você cria um Jogo Personalizado de qualquer forma que encoraje jogadores a ganharem experiência enquanto inativos, você está arriscando ter sua conta banida.

Nós não somos ingênuos quanto ao comportamento e motivação dos jogadores. Quando nós colocamos esta ferramenta ao vivo, nós tínhamos um plano interno de escalação sobre como combater a este comportamento. Hoje marcamos os primeiros passos desta trilha e de muitas formas isto me deixa triste. A ferramenta é tão mais legal e melhor para todos se nós não precisarmos colocar restrições brutas nela. Para avançarmos um pouco, o fim do plano de escalação é desligar o ganho de experiência nos Jogos Personalizados. Eu realmente não quero que cheguemos a esse ponto, então eu vou pedir por um pouco de ajuda da grande maioria de vocês que simplesmente estão jogando o jogo, se divertindo e não abusando dele: por favor reportem aqueles que estão criando Partidas Personalizadas com a intenção de ganhar experiência enquanto permanecem inativos. Se vocês selecionarem o Jogo Personalizado de alguém você terá três opções: Assistir, Entrar e Reportar. Essas opções existem em todas três plataformas. Use a ferramenta de Reporte. Funciona.

Obviamente, eu sei o que é o nosso plano e como nós iremos lidar para combater este comportamento aqui na equipe do Overwatch. Mas neste ponto, eu estou fazendo um pedido à vocês — a comunidade de Overwatch: por favor decidam o que vocês querem que aconteça aqui e sejam parte da solução. Se vocês gostam de Jogos Personalizados recompensarem experiência, então por favor nos ajude a combater este comportamento que estamos vendo agora. Não criem Jogos Personalizados com a intenção de ganhar experiência enquanto inativos; não juntem-se à esses jogos; não brinquem colocando estes nomes nos seus próprios Jogos Personalizados; e reportem jogadores que estão abusando do sistema.

Nós, como a grande maioria de vocês que estão gostando da ferramenta como planejada, não queremos ver o ganho de experiência sendo desativado. Por favor, ajude-nos aqui.

Além das partidas que abusam das recompensas, alguns jogadores têm criado salas impróprias para menores de idade. Assim como a equipe do Overwatch pediu para que os jogadores denunciem quem aproveita das ferramentas indevidamente, é necessário que reportem também as salas que quebrem os códigos de conduta do jogo para que ações sejam tomadas contra os criadores das partidas.