- Publicidade -

O campeão latino de Mortal Kombat 11, Konqueror, enfrenta problemas para ir aos Estados Unidos e competir nas finais mundiais da Pro Kompetition, o campeonato mundial organizado pela Netherrealm que acontecerá em março no país. O motivo é que o Consulado norte-americano negou, nessa semana, o seu visto pela quarta vez seguida.

Konqueror conquistou a sua vaga na competição depois de vencer o colombiano Euphoring em dois sets no final de janeiro. Mas, na hora de pedir o visto para entrar no país e disputar o Mundial de Mortal Kombat 11, o Consulado dos Estados Unidos negou a sua entrada — algo que já aconteceu anteriormente com o brasileiro.

MORTAL KOMBAT 11 KONQUEROR

“Essa entrevista tava ocorrendo bem”, comentou o jogador na tarde dessa quinta-feira (6) para o Mais Esports. “Mas quando falou que era negócio pra videogame, a feição dela mudou na hora. E era uma senhora de idade”, completa.

Essa já é a quarta ocasião que o Consulado dos Estados Unidos nega a entrada do jogador brasileiro no país. “Em 2017, ele se classificou em segundo e não conseguiu ir devido a problemas de visto. Agora ele bate em todos e a mesma coisa acontece? Não sabemos mais o que fazer”, reclamou pelo Twitter outro competidor brasileiro de Mortal Kombat 11, KillerXinok. Por lá, ele também pede ajuda das empresas que organizam o evento.

Konqueror ainda não sabe se ainda terá tempo de fazer mais pedidos para o Consulado, mas agradeceu a ajuda da comunidade de Mortal Kombat 11 que está se organizando para ajudar o brasileiro.