Na primeira semana da Superliga ABCDE nós tivemos a estreia do jungler Gustavo “Minerva” Queiroz pela paiN Gaming.

Minerva já teve passagem pela organização em 2013 onde migrou da posição de Mid Laner para atuar como suporte ao lado de Felipe “brTT” Gonçalves. Depois disto, Minerva foi campeão como ADC pela KaBuM em 2014 e migrou novamente de posição para a selva em 2015. Confira no vídeo abaixo a entrevista com o jogador:

Se inscreva no canal do Youtube do Mais e-Sports e não perca os próximos vídeos:

Como está sendo a experiência na paiN Gaming?
Minerva:
A minha entrada na paiN foi muito positiva para mim, tanto pessoal quanto profissional. Eu não estou tendo dificuldades de lidar com o time. Dentro da minha carreira eu sempre tive certa dificuldade por cada time que passei, cada time, cada grupo eu tinha uma certa dificuldade… Seja como lidar com as pessoas dentro de jogo ou fora de jogo. Como se portar com aquele time. Eu não enfrentei isto neste time e está sendo incrível. Não estou enfrentando dificuldades para jogar o League of Legends, para lidar com as pessoas no meu time, para lidar com minha organização. Está sendo muito positivo mesmo, nem sei explicar. Possivelmente estou passando pela melhor fase na minha carreira tanto pessoal quanto profissional. Isso tudo me agrada muito, estou muito satisfeito.

Como está sendo jogar novamente com o TinOwns?
Minerva: Não só com o Tin mas com o Matsu também, que eu já havia jogado com ele. Está sendo muito legal trabalhar com eles novamente… Gosto muito de jogar com eles pois eles são muito legais fora de jogo e dentro do jogo, como eu sou mais líder, eles são pessoas que me seguem, seguem tudo que eu falo. Eu também acho eles muito bons no que eles fazem, mecanicamente com os campeões deles. Não só com o Tin mas trabalhar com o Matsu, com o Ayel, o Djoko também, está sendo muito legal.

Foto: Luis Duarte – Mais e-Sports

Quais foram os pontos chaves para vencer a Team One nessa estreia da Superliga?
Minerva: Eu acho que a nossa vitória não foi hoje contra a Team One. Nossa vitória, independente do resultado, foi esta semana e todas as semanas de treino praticamente. Como eu falei, eu não estou enfrentando dificuldades. No time está tudo bom, então está dando tudo certo e está sendo muito positivo. Minha vitória não foi hoje contra a Team One, ela foi hoje como time, como coletivo. Todos trabalharam muito bem, tanto nós jogadores como a staff. Esta foi a nossa vitória, passar isto para o campeonato.

Você pode apostar nos jogos da Superliga através da Betway

O que a paiN agrega para você como jogador?
Minerva: A paiN agrega bastante pois eles são muito antigos e já tiveram todos os jogadores mais antigos do cenário. Tem certas posturas e atitudes que eles não toleram mais pois eles já passaram por muita coisa e sabem o que é o bom e o que é o melhor para o jogador. A staff deles tem uma concepção boa disso e isto está sendo incrível. Eu também me esforço mas a parte deles como organização e staff está sendo muito legal.

Teria algum recado final para a torcida?
Minerva: Muito obrigado à todos que torceram. Agora é focar para manter esse ritmo e essa constância. Foi muito bom hoje contra a Team One, que é um time grande, então foi muito bom nosso resultado. Vamos focar bastante para continuar com isso e trazer bons resultados para a melhor torcida do mundo.