Buscando retornar à elite do League of Legends brasileiro, nessa terça-feira (16), a paiN Gaming anunciou o novo integrante da equipe, o jungler Gustavo “Minerva” Queiroz Alves. Com 5 anos de experiência no cenário, essa será a segunda passagem do jogador pela equipe.

Em 2013, porém, a situação da equipe era diferente, já que a equipe havia acabado de se consagrar campeã da Liga Brasileira após bater a CNB e-Sports Club. Já dessa vez, Minerva chega à equipe após a PaiN ter falhado na primeira tentativa de voltar a disputar o CBLoL, e sabe das grandes cobranças que receberá.

“A pressão vem mais da situação atual da paiN do que sobre a minha passagem anterior. Dessa vez não podemos falhar” – Afirmou o jungler em entrevista ao Mais e-Sports.

Mesmo que numa situação delicada, após ter sido rebaixada pela primeira vez pro Circuito Desafiante e não tendo atingido a volta à elite, Minerva, que vinha atuando pela ProGaming pelo CBLOL, justifica o motivo pelo qual escolheu a organização:

“A paiN se mostrou como a melhor opção para mim, sempre oferecendo um pouco a mais em estrutura, planejamento, fatores que me trazem muita segurança para trabalhar. Outra coisa que a paiN pôde me oferecer e os outros times não, foi a possibilidade de trabalhar com o Tin, Ayel e com o Djoko, que são profissionais muito capacitados com quem já tive a oportunidade de trabalhar.”

As mudanças na paiN foram diversas no ano de 2018, mas que não foram efetivas. Sem alcançar bons resultados, a equipe conhecida pela sua tradição busca encontrar um novo estilo de jogo e Minerva sabe como fazer a equipe voltar ao alto nível:

“Vendo como foi o split pro Tin e Ayel, creio que o time não soube usar os 100% desses 2 players… Para mim, eles não estavam nem nos 40%. Comigo aqui, já tendo trabalhado muito com o Tin e sabendo bem como o Ayel funciona, eu acho que vou conseguir trazer o melhor deles à tona. E com isso potencializar o meu melhor também. Esses 2 jogadores e o Djoko são pessoas com quem eu gosto muito de trabalhar e de ter trabalhado. Com a estrutura oferecida pela organização, temos tudo pra ter um ambiente de trabalho muito legal e produtivo.”

O jogador deixou um recado aos torcedores e afirmou qual é o principal objetivo dele com a equipe:

“Podem esperar toda a minha dedicação e vontade de ganhar. Além disso, pretendo ajudar a potencializar e melhorar a mentalidade dos demais jogadores, extrair o melhor deles. O objetivo é levar a paiN de volta à elite do LoL brasileiro. Meu foco está nisso”.