O mundo dos esportes eletrônicos ganhou mais uma celebridade na última terça-feira (21), quando o ex-pugilista, Mike Tyson, anunciou estar investindo na organização Fade 2 Karma, conhecida no cenário de Hearthstone.

Mike Tyson é o mais novo investidor nos eSports Foto: Kamran Jebreili/AP

Com o investimento, cujo valor não foi divulgado, a F2K irá construir um centro para streaming, próximo de Los Angeles, na Califórnia. O local será próximo à Tyson Ranch, a companhia de plantio e cultivo de maconha, também pertencente à Mike Tyson.

O novo centro incluirá: salas privadas para stream, um palco onde ocorrerão torneios e produção de conteúdo, além de um estúdio de produção de entretenimento, operado pela organização.

Na última quarta-feira (22), Tyson participou de uma live com outros jogadores de Hearthstone da Fade 2 Karma, que foi transmitida no Twitter.

Em entrevista à ESPN norte-americana, o ex-pugilista afirmou que nunca tinha jogado o game antes, mas que a experiência havia sido ótima pois ele “nunca conversa e interage com as pessoas desta geração.”

Ainda segundo Tyson, ele começou a se interessar por eSports por causa de seu filho, que joga e acompanha os cenários profissionais. Com isso, o ex-lutador entrou em contato com sua equipe, pedindo que achasse um possível investimento que fizesse sentido, e foi quando eles entraram em contato com a F2K. “O futuro dos eSports será gigante”, afirmou.

A Fade 2 Karma foi fundada em julho de 2015 pelo jogador de Hearthstone e Magic, o alemão Tim “Theude” Bergmann. Hoje, o clube se expandiu para incluir jogadores profissionais de Hearthstone, para atuar no competitivo, além de streamers espalhados pelo mundo, como nos EUA, Canadá, Suécia, Israel, entre outros.

Além de Mike Tyson, outras celebridades do esporte tradicional também investiram nos eSports, tais como Kensuke Honda e o ator Will Smith, que investiram US$ 46 milhões na Gen.G, Stephen Curry com uma rodada de US$ 37 milhões na Team Solo-Mid, entre outros.