Uma das práticas mais abomináveis no universo de Fortnite, é a de compra e venda de contas, que já chegou a banir até mesmo o jogador da FaZe Clan Turner TfueTenney. O nome da vez é do, agora, ex jogador da Luminosity Gaming Nate “Kreo” Kou.

Kreo ficou conhecido no competitivo por realizar práticas impressionantes, como vencer algumas partidas do campeonato Summer Skirmish, e também bater o record de kills mundial, que na época era do jogador profissional da FaZe Clan, Tfue. O jogador já chegou a ganhar, apenas em campeonatos profissionais da Epic Games, a marca de 67 mil dólares.

Porém, no dia 7 de Fevereiro deste ano, um internauta colocou no YouTube um vídeo que comprovaria as práticas ilegais feitas pelo jogador Kreo. Em vídeo, é mostrado alguns prints de todas as conversas que o internauta teve com jogador da Luminosity para conseguir comprar uma conta com número de vitórias alta e skins raras.

Porém, após algum tempo, Kreo mudava as senhas das contas vendidas, o que deixou os seus compradores extremamente revoltados, concluindo, então, em um vídeo o expondo. Confira:

Não demorou muito para a LG se posicionar. Um dia depois após toda a repercussão, em seu twitter, a organização publicou uma nota afirmando que o jogador Kreo não fazia mais parte do time e que eles condenam toda e qualquer prática antiprofissional que qualquer jogador exerça.

 

Fortnite é um jogo totalmente gratuito, criado e distribuído pela Epic Games. A organização chegou a dar em premiação mais de um milhão de dólares no ano de 2018. Para 2019 a empresa já confirmou que irá focar ainda mais no competitivo.