Ainda sob contrato com a Uppercut, Mateus “Fitz” Cayres está liberado para estudar propostas de novas equipes para o próximo split. A informação foi apurada pelo Mais Esports.

O contrato de Fitz ainda está vigente, mas com fim próximo – no dia 18 de novembro. Desde já, o topo está disponível para receber convites para atuar em novos times.

Fitz defende a Uppercut desde maio de 2018, tendo sido titular em todos os splits pela equipe desde então. A sua melhor colocação foi no segundo split de 2019, quando o time ficou na 4° colocação ao perder para o Flamengo nos playoffs.

O topo já atuou fora do Brasil, tendo passado dois splits no LAS, onde defendeu a Rebirth eSports. Lá, foi vice-campeão do segundo split da CLS em 2018.

O Mais Esports entrou em contato com a Uppercut, que respondeu:

“Nosso principal compromisso com os jogadores é de oferecer as melhores oportunidades que estão ao nosso alcance, e foi isso que fizemos pelo Fitz. Todos sabemos que ele se destacou positivamente esse ano, então além da nossa proposta de renovação ele queria ouvir propostas de outros times.
Acontece que até acabar o contrato conosco ele tem multa rescisória e isso dificulta a negociação com os times, e isso dificulta o interesse de outras orgs no atleta.
Para abrir caminhos para que Fitz ouvisse outras propostas e tomasse a decisão dele com o maior número de informação possível, adiantamos o contrato para que ele fosse considerado free agent por alguns dias, e assim os times que tem interesse poderão oferecer propostas para ele, sem o peso de uma multa que poderia impedir um negócio entre o clube e jogador.
Estamos focados em trabalhar no crescimento do cenário, nesse caso acreditamos que facilitar oportunidades pros jogadores, mesmo não sendo na Uppercut, é uma maneira de que o cenário fique mais competitivo com clubes e jogadores mais satisfeitos.

Nossa medida não significa que Fitz está fora da Uppercut, e sim que estamos tão juntos que estamos oferecendo suporte para que ele possa escolher os melhores caminhos para carreira dele, nosso compromisso é de trabalhar para o crescimento do cenário como um todo, da base ao topo, da staff aos jogadores.”

O jogador está no cenário competitivo de League of Legends desde 2015. Fitz já atuou como suporte e mid antes de encontrar sua rota atual, a toplane.