- Publicidade -

A paiN Gaming vive mais um momento turbulento na sua longa trajetória no League of Legends. A equipe que chegou ao CBLoL como uma das favoritas ao título, está no meio da tabela com três vitórias e três derrotas e a torcida está pedindo o retorno de Kami para o lugar de Tinowns. Após a sexta rodada da competição, o midlaner atual e Dionrray conversaram com a imprensa.

Desde 2017 na paiN, Tinowns chegou a dividir posição com Kami antes do então meio anunciar sua pausa no competitivo. Assim, Tinowns assumiu a rota e passou a ser o jogador titular da equipe. Agora com Kami tendo revelado o desejo de voltar a competir profissionalmente, Tinowns já sabia que precisaria enfrentar essa situação.

“Desde quando eu soube que o Kami ia voltar a jogar, já era algo que eu estava usando como motivação. A gente teve um começo difícil de campeonato e eu já tinha na cabeça que se tivéssemos algum momento difícil, todo peso ia para minhas costas. Todo mundo falaria “volta Kami” no Twitter, sabia que isso ia acontecer”.

“Infelizmente, eu não estava conseguindo aplicar meu jogo nas primeiras semanas, creio que por conta da sinergia com o Seonghwan, com o time, muito por causa da comunicação. Eu tive um grande desafio no começo, ainda tô tendo, e depois de ontem, mesmo não sendo totalmente minha culpa no jogo, tô usando sempre como motivação. Hoje viemos com um pique diferente, tive oportunidade de criar jogadas com o Seonghwan, junto com um time proativo, acabou que encaixou certinho e conseguimos jogar”, continuou.

Experiente no cenário nacional, Tinowns também declarou que está passando por um momento inédito na sua carreira. Já tendo passado por diversas situações difíceis como jogador, o midlaner não era rechaçado pelos torcedores. Agora, na paiN, está diferente.

“Individualmente é algo que nunca aconteceu comigo porque eu sempre fui aquele cara que mesmo o time estando ruim, estavam sempre me elogiando. E agora é o contrário. No começo fiquei meio tenso, tive bastante horas de pensamento sobre isso, mas hoje já tá mais tranquilo. Foi o que falei, preciso usar tudo isso como motivação e mostrar porque estou jogando”

O treinador Dionrray comentou sobre os pedidos da torcida por Kami e disse entender o lado dos fãs.

“Eu entendo essa cobrança da torcida com jogadores, com comissão técnica, com a paiN como organização. Sei o que a paiN representa pro cenário, o que representa pros torcedores e porque existe essa cobrança em cima de todo mundo. O Kami é uma figura icônica do cenário, com muitas conquistas, passado brilhante. Então, a torcida tem muito carinho por ele, por tudo que ele já fez pela organização, então é entendível toda essa cobrança. Nosso trabalho diário, com comissão técnica, diretoria, jogadores, é visando sempre o melhor da equipe, o melhor da organização, e em conjunto, no momento, o Tinowns está muito mais preparado que o Kami”.

Foto: Riot Games

Dionrray também falou como é a relação de Tinowns com Kami e qual a chance do bicampeão do CBLoL voltar a atuar.

O Kami teve um hiato de um pouco mais de dois anos no competitivo, então é muito difícil ele voltar a se acostumar com a rotina, com o jogo. Tudo mudou bastante desde a última vez que ele atuou profissionalmente. Então, é um processo que leva tempo. Dia a dia estamos trabalhando, comissão técnica com ele, o Tin conversa com ele, eles têm uma boa relação e é algo bem delicado de se trabalhar”.

“Com a chegada de jogadores estrangeiros, tem o empecilho da comunicação e é melhor manter a base com o Tin e ele jogar por enquanto. Ele está em um melhor momento que o Kami. De qualquer maneira, o Kami continua na equipe, ajudando a todo mundo, sempre presente e ele é uma ótima opção que temos disponível, principalmente no CBLoL que é um campeonato longo, muito pode acontecer. Se tudo for bem feito, na hora certa ele vai jogar, quando estiver mais preparado”.

A paiN continua com a sina de perder no sábado e vencer no domingo. Tinowns comentou sobre a derrota para KaBuM – equipe que ainda não havia vencido no CBLoL -, e como ele crê que, mesmo tendo sido escolhido o melhor jogador da partida na vitória de domingo, não mudará muito os pedidos da torcida por Kami.

“Ontem foi um jogo bem atípico mesmo. Em todos treinos, todos jogos que tivemos no campeonato, nós não havíamos tido jogos tão ruins. Acho que foi porque tentamos muita coisa diferente em um só jogo. A janela para ganhar aquele jogo era muito pequena, então não teve muito o que fazer. A nossa comunicação, comparando ontem com hoje também melhorou bastante aqui no palco e esses foram os grandes diferenciais”, disse Tinowns.

“Acho que desde o começo do campeonato, na primeira semana que tivemos uma vitória e uma derrota, eu acho que joguei ‘ok’ mas o pessoal já estava pesando na minha. É algo que eu esperava bem de antes, desde quando o Kami decidiu voltar a jogar. Creio que mesmo quando eu ganhar um, dois, três MVPs seguidos, vai ter um jogo que eu vou jogar mal, porque eu sou ser humano e o pessoal vai cair na minha e não tem o que fazer”, finalizou.

Leia também: Ranger: “Hoje é mais difícil ganhar da KaBuM do que da PaiN”