A RED Academy, equipe B da RED Kalunga, havia conquistado o acesso ao Circuito Desafiante ao vencer a Rensga, em uma das séries Md5 do Relegation, disputada em agosto. Apesar da vitória, a organização não poderia permanecer com duas equipes na mesma divisão, o que culminou na venda da vaga da Academy, anunciada pela Riot Games nesta segunda-feira (4).

A Intergalaxy Tigers Gaming é a equipe que comprou o spot e irá disputar o 1º split do Circuito Desafiante 2020. A organização surgiu a partir da empresa desenvolvedora de softwares, Intergalaxy SA, sediada em Curitiba.

Com isso, todos as seis equipes participantes da segunda divisão do LoL competitivo brasileiro estão definidas: Team oNe, CNB, Havan Liberty, RED Kalunga, Falkol e Tigers.

A venda da vaga da RED Academy estava prevista, já que o item 3.5.1 do Regulamento Oficial da Temporada 2019 declara que:

“Cada organização deve manter uma única equipe em cada competição, contudo, é permitido que uma mesma organização tenha múltiplas equipes em diferentes competições (CB, CD e CCD). No entanto, caso, por meio do processo de Promoção e Rebaixamento, duas equipes da mesma organização forem ficar em uma mesma competição, uma das vagas precisará ser vendida ou doada para outra organização. Os oficiais da Temporada darão um prazo e as condições para que uma das vagas seja negociada e, caso a organização não conclua a negociação até esse prazo, a vaga ficará disponível para que os oficiais da Temporada decidam como preenchê-la.”

Apesar do anúncio, a nova organização não comunicou a line-up que representará suas cores no Circuito Desafiante. A data de início da temporada 2020 também não foi divulgada.