- Publicidade -

Free agent desde a última segunda-feira (18), o caçador Filipe “Ranger” Brombilia foi alvo da Cloud9 para compor a equipe Academy da organização norte-americana. O brasileiro, porém, recusou a proposta.

A informação do interesse da C9 foi noticiada pela Baserush e confirmada pelo Mais Esports. A rejeição de Ranger  criou um debate nas redes sociais sobre quais motivos o caçador teria para negar a possibilidade de ir competir internacionalmente.

Ao Mais Esports, Ranger declarou que uma relação familiar e seus objetivos em solo nacional guiaram sua decisão acerca da proposta de atuar na América do Norte.

“Foi uma junção de coisas. Minha mãe se mudou para São Paulo para morar comigo, não queria deixá-la sozinha aqui. E meu objetivo no Brasil é me consolidar e ser o maior jungler brasileiro de todos os tempos”, disse o caçador.

Procurada pelo Mais Esports, a Cloud9 afirmou que não comentará sobre o caso.

Segundo os portais Baserush e e-SporTV, o futuro do jogador será o Flamengo e-Sports, onde ele se juntará ao meio Goku, que renovou com a equipe rubro-negra por dois anos. Ranger não comentou o rumor, mas afirmou que recebeu uma proposta animadora.

“Com a proposta de line-up que tive a oportunidade de me juntar, acredito que podemos fazer história”, completou.