A tensão entre Estados Unidos e Irã atingiu a comunidade de League of Legends. O governo norte-americano proibiu o acesso ao jogo no Irã e na Síria – uma das principais aliadas do país.

A informação veio a público no fórum Reddit. Os jogadores originários destes países que tentam logar recebem uma mensagem informando que “Devido às leis e regulações dos Estados Unidos, jogadores no nosso país não podem acessar League of Legends por enquanto. Essas restrições são sujeitas a mudanças pelo governo dos EUA, se e quando isso acontecer, vamos estar ansiosos por ter vocês de volta no Rift”.

A proibição é uma consequência de um conjunto de sanções impostas pelo presidente norte-americano Donald Trump ao Irã. Elas aconteceram após um drone militar dos Estados Unidos ser abatido pelo governo iraniano – esquentando ainda mais a relação conflituosa entre Teerã e Washington.

Entre as sanções, Trump proibiu transações entre empresas norte-americanas, como a Riot Games, e o Irã. Como League of Legends possui micro transações, o jogo acabou se encaixando na proibição. É a primeira vez que algo semelhante acontece no mundo dos esports.

No Reddit, há relatos de jogadores que conseguiram burlar a sanção usando uma VPN – uma rede privada virtual, que serve para, entre outras coisas, alterar sua localização. Outros fãs, porém, não tiveram sucesso com esse método e seguem impedidos de jogar.