- Publicidade -

A organização bicampeã do Sudeste Asiático em 2019, MEGA Esports, foi banida do competitivo de League of Legends nesta terça-feira (26), segundo comunicado publicado pela Garena.

MEGA ESports foi a representante do SEA nos dois torneios internacionais de 2019 (Foto: Riot Games)

Ainda de acordo com a nota, o dono da organização, Arnold Tandra, não pagou seus jogadores da forma correta, sendo com atraso ou não a quantia acordada em contrato. “Manter um bom ecossistema e ambiente para jogadores profissionais é a coisa mais importante para os donos de equipes e as equipes que administram a liga. Tandra não leva esses princípios em consideração”, afirma a Garena em comunicado.

A penalidade para Tandra será o seu banimento de qualquer competição oficial da Riot Games até 2022. Ele não poderá estar presente em nenhuma equipe em qualquer função.

A MEGA Esports vivia um bom momento no Sudeste Asiático. Durante os três splits que a liga funcionou normalmente, a equipe conquistou um vice e dois títulos, representando a região no MSI e no Mundial deste ano.

Vale lembrar que o Sudeste Asiático não existirá da forma atual a partir do ano que vem. Em 2020, a região se juntará à LMS formando uma única liga composta por dez times.

Veja também: Shernfire é contratado pela Team Liquid para equipe academy