A LCS Academy terá uma de suas regras alteradas para a próxima temporada. Cada time terá uma vaga extra para importar jogadores de regiões emergentes. A LCS Academy é um campeonato que serve para revelar talentos na categoria de base de todos os times que participam do torneio principal a LCS.

A mudança foi anunciada pela Riot Games na tarde desta quarta-feira. Nas regras de 2019, os times só podiam colocar um jogador não residente em suas line-ups. Agora cada equipe contará com uma vaga exata para contratações de ligas que são consideradas regiões emergentes. Isso envolve a Turquia, Brasil, América Latina, Oceania e Comunidade dos Estados Independentes.

“O objetivo da Liga da Academia sempre foi preparar a próxima geração de estrelas e fortalecer o pipeline de desenvolvimento de talentos em NA. Estamos entusiasmados por permitir às equipes da LCS a chance de estender essa oportunidade a aspirantes a estrelas de regiões em desenvolvimento”, comentou a empresa no anúncio da mudança.

A regra que rege a quantidade de jogadores estrangeiros “em campo” agora será a mesma tanto da LCS quanto Academy, que só podem ter dois não residentes jogando ao mesmo tempo. A diferença é que no caso da categoria de base, um precisa ser de uma região emergente.

Veja também:  CNB está vendendo vaga no Circuito Desafiante