Trazendo mais um texto da serie sobre os grandes jogadores dos principais times da LPL, e o nome de hoje é um dos melhores jogadores em atividade no momento, campeão absoluto pelos times que passou, pessoalmente meu jungler favorito e dono do talvez melhor Lee Sin do mundo, Karsa. 

O lobo faminto  

É impossível falar do Karsa sem começar mencionando sua passagem pela Flash Wolves, foi onde ele começou sua carreira, onde se mostrou para o mundo e também onde mais fracassou. Karsa desde seu surgimento na LMS foi absoluto dentro de Taiwan, principal jogador e líder da equipe que até hoje vive de suas conquistas.  

Se em Taiwan, Karsa e sua equipe eram absolutos, fora dela a história sempre foi outra. As participações internacionais de Karsa se resumiam em boas performances no MSI e muitas decepções em mundiais, sempre faltava aquele a mais para sua equipe, porém as atuações de Karsa sempre saltavam os olhos e mesmo em uma região considerada fraca muitos já o viam como um dos melhores jogadores da sua posição. 

Karsa
Foto: Riot Games

Em busca do sonho dourado  

Depois do fiasco que foi a Flash Wolves no mundial de 2017, Karsa finalmente decidiu deixar seus irmãos de alcateia e partir para uma região onde o sonho de ser campeão mundial podia ser alcançado.  

Eu lembro como se fosse ontem minha felicidade e hype quando li o anuncio da contratação do Karsa por parte da RNG, era o jogador perfeito para a posição mais delicada da equipe que tinha acabado de bater na trave no mundial passado. Finalmente Karsa teria um time capaz de usar todo o seu potencial, que até então estava sendo desperdiçado em uma região mais fraca. 

Para a surpresa de absolutamente ninguém a chegada de Karsa na LPL foi incrível, parecia que o lugar de Karsa sempre foi junto da RNG. Com uma adaptação das mais rápidas que eu já vi em um time profissional de League of LegendsKarsa conseguiu elevar seu nível e também o da sua equipe.  

Ainda dividindo posição com Mlxg, conseguiu ser campeão da LPL, MSI e Rift Rivals em seu split de estreia na nova região, foi eleito um dos melhores junglers da região e aos poucos tomava a posição de titular absoluto de seu companheiro de equipe.  

Acompanhe a Cobertura da LPL no Mais Esports

Karsa
Foto: Riot Games

O fantasma do Mundial  

O fracasso da RNG no mundial do ano passado ainda está bem fresco na memória de todo mundo e principalmente na de Karsa, chegando como os grandes favoritos ao título depois de ganharem absolutamente tudo que disputaram no ano, Karsa e companhia definitivamente não esperavam ser derrotados nas quartas de finais, ainda mais contra a G2, que até aquele momento havia tido um mundial bem duvidoso.  

Os problemas da RNG foram mostrados ao mundo durante aquela histórica melhor de cinco, problemas esses que até agora ainda não foram completamente concertados. Letme não é mais o top laner da equipe, Mlxg também não anda mais jogando e aquele time que parecia perfeito quando Karsa chegou, agora parecia frágil e sem uma identidade.  

O lobo dourado  

Com a chegada da nova temporada as coisas pareciam mudar dentro da RNG, mudanças na comissão técnica, no plantel de jogadores e principalmente na função de Karsa dentro da equipe. 

 Eu não tenho receio nenhum de falar que para mim, Karsa foi o melhor jungler do mundo durante a primeira metade do ano, mesmo com o split regular bem inconsistente da equipe e a queda precoce nos playoffs da liga, Karsa para mim havia tendo performances dignas desse título de melhor do mundo.  

Um dos momentos mais memoráveis e especiais que já presenciei na LPL, foi quando Karsa depois de carregar uma partida, que nem valia muita coisa assim para sua equipe, caiu em lagrimas. Ele tinha acabado de ter talvez a melhor performance da carreira dele, ele sabia que o jogo dependia completamente dele e ele conseguiu ganhar o jogo, toda a tensão tinha ido embora e só as lagrimas tinham ficado. 

Mas porque esse momento é tão especial para mim e acredito que para o Karsa também? Durante toda história da RNG, Uzi foi o principal jogador da equipe, mas isso vem mudando esse ano. Hoje sinto que Karsa é o principal jogador da RNG, é por ele que a equipe ganha os jogos, com suas performances surreais, suas jogadas incrivelmente plásticas de Lee Sin, mas também por ser exatamente o que equipe dele precisa.  

Karsa ainda continua em busca do sonho de ser campeão mundial, de conseguir o único título que ele ainda não possui. Agora Karsa, não é mais um lobo faminto, mas sim um grande lobo dourado que lidera a organização que nunca desiste.  

Acompanhe a Cobertura da LPL no Mais Esports