INTZ e Vivo Keyd jogaram uma partida que durou mais de 50 minutos e os intrépidos saíram com a vitória. Na Team Fight final, uma polêmica envolvendo Micael “micaO” Rodrigues e o Ultimate do Ryze gerou um pause no jogo e uma discussão após a partida ser finalizada.

A jogada

O que ocorreu?

Sem ter a câmera focada no Portal do Ryze, espectadores questionaram o motivo de micaO não ter sido teletransportado junto de seus companheiros. Seguindo uma lógica básica, podemos analisar que os outros jogadores que estavam no Portal chegaram ao ponto de causar dano no Nexus, se o ADC tivesse se teletransportado, a Vivo Keyd teria vencido a partida.

Várias teorias surgiram em discussões no Twitter até que um usuário relembrou uma das mecânicas presentes no ultimate do campeão:

Traduzindo: “Portal dos Reinos tentará prever sempre que um aliado está tentando sair para fora ou não e deixará de teletransportar aliados que estão perto da borda e clicando para fora dele.”

Pronunciamento da Riot Games

A empresa confirmou que a mecânica do ultimate que prevê se o jogador deseja ou não ser teletransportado foi ativada devido o fato do jogador ter clicado para fora do Portal. O apresentador do CBLOL, Gustavo Dócil, comentou sobre o ocorrido na transmissão:

Pronunciamento dos jogadores da Vivo Keyd

O ADC da Vivo Keyd comentou e revelou estar “triste com a maneira que tudo foi conduzido mas aceita a decisão.”

Outros jogadores do time também se manifestaram:

Não é a primeira vez que ocorre em jogos

Em uma partida entre Echo Fox e TSM pela LCS NA a mecânica do ultimate do Ryze também foi ativada. Na transmissão, os casters ficaram sem entender o que aconteceu: