Neste sábado (18) aconteceu a segunda semifinal do MSI 2019. SKT T1 e G2 se enfrentaram em busca da última vaga na grande final e a equipe europeia se deu melhor, vencendo a série por 3-2. os ninjas irão enfrentar a Team Liquid, que surpreendeu a todos e venceu a Invictus Gaming na semifinal.

No primeiro jogo da série a G2 optou pela composição de Sona e Taric. Foi uma escolha ousada já que a SKT foi atropelada pela Invictus Gaming em 16 minutos ao tentar usar essa composição, então já sabia como lidar contra. A equipe seguiu a fórmula e pressionou bastante a bot lane, fazendo um jogo bem acelerado e conseguindo a vitória antes que chegasse o pico de poder dos europeus.

No segundo jogo os europeus voltaram para o melhor estilo G2 de jogar, com escolhas que têm forte impacto no começo de jogo e um estilo agressivo para conseguir vantagem. caps brilhou com sua Akali e mesmo com um começo de jogo com alguns erros, conseguiu se recuperar na partida e finalizar com um pentakill. Vale também citar o ótimo desempenho de Perkz com seu Draven, que ficou muito forte.

Com a série empatada mais uma vez a G2 escolheu tentar jogar com uma composição que escala para o fim de jogo contra a equipe que melhor faz isso no torneio. S SKT dominou o early game com uma ótima atuação de Clid com sua Rek’Sai. O jogador concentrou grande parte dos recursos em suas mãos e fez o jogo rodar a favor da equipe sul-coreana, que pouco a pouco foi ampliando a vantagem. Aos 34 minutos com um placar de abates de 22-8, a T1 fecha a partida e toma dianteira da série.

Na quarta partida mais uma vez a G2 jogou do lado azul e trouxe a escolha de Ryze para o Caps. O jogador já havia se destacado com o campeão em outras ocasiões no torneio, e novamente brilhou para “carregar” sua equipe. A G2 pressionou bastante o early game e conseguiu uma boa vantagem em torres e abates. Além disso, a equipe garantiu quatro dragões na partida, o que deu uma boa condição de vitória caso precisasse do Dragão Ancião. A SKT conseguiu se segurar bem, conseguindo boas lutas em momentos cruciais da partida. Ao garantir um Barão e tentar recuperar o controle da partida, a SKT viu o jogo terminar de uma forma frustrante, com Wunder e Caps teleportando para sua base e finalizando a partida com um backdoor no limite.

Na quinta partida a G2 traz a escolha de Pyke top, campeão que foi o grande carrasco da SKT na fase de grupos. A equipe teve um bom early game com os roamings de Caps e conseguiu vantagem em abates e mapa. A SKT se aproevitou de alguns erros dos europeus para diminuir a diferença, e ao ganhar uma luta parte para o Barão. Os sul-coreanos demoraram no objetivo e deram tempo para a G2 contestá-lo de forma perfeita, conseguindo o Ace e posteriormente a vitória da partida.

É a primeira vez na história que teremos uma final totalmente ocidental desde que o LoL foi unificado co todas as regiões.

Você pode conferir a cobertura completa do MSI 2019 aqui no Mais Esports.