flamengo
Torcida do Flamengo comemora durante o CBLoL (Foto: Riot Games)

A Simplicity Esports ofereceu cerca de R$ 11 milhões de reais para licenciar a marca do Flamengo Esports. A empresa norte-americana, que tem como um dos fundadores Jed Kaplan, dono do Memphis Grizzlies, já enviou uma proposta de cinco anos – com opção de renovação por mais cinco -, para o Rubro Negro.

A informação foi divulgada pelo ESPN Esports Brasil. Simplicity e Flamengo não responderam à publicação até o momento.

De acordo com o site, a oferta é para que “a Simplicity obtenha uso exclusivo da marca do Flamengo nos esports”. A proposta inicial é de cinco anos com opção de renovação por outros cinco.

A Simplicity pagaria, anualmente, 8% da sua receita bruta ou quantias garantidas. O Flamengo receberia, no mínimo, US$ 100 mil durante os três primeiros anos. Esse valor sobe para US$ 200 mil nos anos quatro e cinco. Caso o clube renove após o quinto ano, ele recebe um bônus de US$ 250 mil e o valor sobe para US$ 300 mil para os anos seis, sete e oito, e US$ 400 mil para os anos nove e dez.

Ou seja, se o Rubro Negro aceitar a proposta, receberá, no mínimo US$ 2,95 milhões – algo em torno de R$ 11 milhões.

Caso o negócio se concretize, a Simplicity deve expandir as operações de esports do Flamengo. Atualmente, a equipe compete apenas no League of Legends. A empresa norte-americana mantém equipes de PLAYERUNKNOWN’S Battlegrounds, Smite, Apex Legends, Gears of War e NHL.A Simplicity também planeja construção de 50 centros de esports até 2021.