- Publicidade -

A FURIA conquistou mais uma vitória no CBLoL ao vencer a INTZ nesse domingo (9) e agora estão com um placar de 4 vitórias e 2 derrotas, se mantendo no meio da tabela. Após a partida, o suporte Damage e o topo Fitz falaram com a imprensa sobre a competição e o confronto com os Intrépidos.

Damage, que jogou pela primeira vez de Bardo competitivamente, explicou a escolha do campeão.

“O Bardo é um pick bom contra o Braum, porque o Braum não tem uma fase de rotas tão boa, agressiva, então posso jogar dando roaming. Na verdade, a gente não tinha treinado, só peguei porque não era um jogo tão importante assim. Se fosse um jogo mais importante, teria escolhido Rakan. Deu vontade de jogar de Bardo, então só peguei”.

Em sequência, Damage também disse por que avaliou a partida contra a INTZ como um jogo não tão importante.

“Eu digo isso mais porque não é um jogo decisivo, não é playoffs, não era uma partida que decidiria algo. Sou confortável com o campeão [Bardo], não o escolhi para desrespeitar ninguém, peguei por ser divertido e achar que encaixava bem na composição”, continuou.

Já Fitz teve a responsabilidade de enfrentar Tianci, que estreou no CBLoL. Para o jogador da FURIA, o topo chinês é ótimo mas não teve uma partida muito confortável por conta das composições.

“Ele é muito bom. Não sei se ele continuará sendo escalado, mas é realmente bom. Acho que não encaixou nessa partida porque a nossa composição tornava muito difícil a entrada deles, e como ele estava de Renekton, não havia muito o que ele fazer”.

Com o início do Circuito Desafiante, Fitz e Damage opinaram quem é o melhor topo e o melhor suporte e também quais equipes estão mais cotadas para chegarem aos playoffs do torneio.

Para Fitz, o topo da Falkol vem se destacando: “O Buggax ele é muito bom, acho que provavelmente é o melhor top, senão o segundo melhor. O toplaner do Santos, que todo mundo está hateando, eu acho ele muito bom, mas ele teve uns jogos meio troll assim”.

Já Damage elogiou esA e Riyev e apostou na Havan para ir bem no Circuitão: “Os melhores são o esA e o Riyev, não lembro muito bem todos, mas eles são uns dos dois mais fortes. Já de time, os que estão melhores pelo que treinei, foi a Havan e… acho que foi só a Havan”, encerrou.

A FURIA voltará a jogar no próximo sábado (15) contra a paiN Gaming na primeira partida do dia, às 13h.