Equipe que finalizou a fase regular do CBLoL na segunda colocação, a INTZ e-Sports demonstrou grande evolução nas últimas rodadas. O meio Bruno “Envy” Farias foi um dos que mais cresceu junto com o time, tendo realizado ótimas performances durante o torneio.

“Creio que nossa melhora é bastante por causa da nossa staff e o esforço dos jogadores nessa reta final”, disse Envy em entrevista ao Mais Esports.

No entanto, o jogador é cauteloso ao falar sobre ser o melhor mid do Brasil. “Veremos depois dos playoffs. Não quero me considerar o melhor meio do país e não ser campeão”.

O primeiro desafio da INTZ será a Redemption e-Sports, pela semifinal do CBLoL. Durante a fase de pontos, os intrépidos saíram vitoriosos em dois dos três embates contra a equipe de João Vitor “Zuao” Morais. Esse saldo positivo, para Envy, “dá um pouco de confiança”.

“Nós sabemos o estilo que eles jogam e como ganhar deles, mas para os playoffs os times podem tentar algo diferente. Vamos com a mentalidade de zero à zero”.

Além das duas vitórias sobre a RDP, Envy enxerga outra vantagem para a INTZ nessa semifinal: O fato de ter reservas em todas as posições disponíveis para serem utilizados. “Ter essa variedade de jogadores é muito valioso em séries MD5”, afirmou o jogador.

Um dos reservas que está apto para entrar no servidor é o argentino Matías “WhiteLotus” Musso. Multicampeão no LAN e no LAS, WhiteLotus levou para a INTZ uma vasta experiência internacional. “ele sempre adiciona bastante coisa para o nosso time. Nessa fase final, ele vai continuar agregando bastante para nós”.

Ainda assim, o favoritismo na série, segundo Envy, é da RDP. “Eu diria que eles são os favoritos, já que estão jogando melhor no momento e a gente vem com mentalidade de underdog”.

Essa será a terceira semifinal disputada por Envy. Em ambas oportunidades, o meio foi derrotado. No entanto, a experiência adquirida pelo jogador será um fator importante para que esse playoffs tenha um final positivo.

“Naquelas duas semifinais eu era muito inexperiente, tinha acabado de chegar no CBLoL e não tinha a malicia nem o conhecimento que tenho atualmente. Nessa semifinal a experiência que adquiri ao longo da minha carreira vai fazer bastante diferença”.