Na última quarta-feira (11) foi noticiado que o mid laner Lee “Easyhoon” Ji-hoon estará voltando para a Coreia do Sul para cumprir o serviço militar obrigatório. O jogador ficou conhecido pela sua passagem na SKT T1, sendo campeão mundial em 2015.

Easyhoon está no cenário desde 2013 e já jogou em equipes como a MVP Blue, Samsung Blue e SKT T1, onde ficou reconhecido. O jogador substituiu Faker em muitos jogos e mostrou um ótimo desempenho, principalmente no Mundial em 2015. Em entrevistas, o jogador disse que não tinha problema em dividir a posição com Faker, mas que certa ocasião o incomodou bastante.

Na semifinal em 2015, contra a Origen, ele jogou as duas primeiras partidas e venceu, jogando muito bem. O jogador pensou que iria continuar jogando a série, mas foi substituído por Faker no terceiro. “Quando ele subiu ao palco, ouvi todos gritarem seu nome […] Enquanto eu estava saindo do palco, tive muitos pensamentos. ‘Qual papel e significado eu exatamente assumo nesta equipe? As pessoas no final das contas não querem o Faker?'”.

Easyhoon SKT
O mid laner fez parte da formação que para muitos é a melhor em toda a história da SKT.          Foto: Riot Games

O jogador disse ter sido substituído em muitas vezes na LCK, mas que não tinha problemas com isso, pois sabia que não estava em sua melhor forma para ocupar a posição. Naquele ano a SKT foi campeã dos dois splits do torneio sul-coreano. O jogador acabou deixando a equipe após o fim do Mundial 2015, para sair da “sombra do Faker”.

Resultado de imagem para skt worlds 2015
A SKt T1 foi totalmente dominante no Mundial 2015 e só perdeu uma partida durante todo o campeonato!       Foto: divulgação SKT T1

Easyhoon não só saiu da SKT como também deixou a LCK e foi se aventurar na LPL, sendo a nova contratação da Vici Gaming. No começo, a equipe teve um desempenho aceitável na LPL, conseguindo a classificação para os playoffs nos dois splits de 2016, mas caindo para a Team WE na primeira rodada de ambos. Em 2017 a Vici Gaming ficou na penúltima colocação de seu grupo e teve que disputar a série de promoção chinesa, sendo rebaixada para a segunda divisão.

Resultado de imagem para bengi and easyhoon vici gaming
Companheiro de equipe na SKT, o jungler Bengi também foi contratado pela Vici Gaming e mais uma vez jogou ao lado de Easyhoon.     Foto: Divulgação Vici Gaming

A Vici Gaming conseguiu retornar a elite chinesa, mas novamente não conseguiu bons resultados, ficando sempre no fundo da tabela. Easyhoon deixou a equipe no final de 2018 e foi contratado pela Suning, agora como parte da comissão técnica. no primeiro split desse ano a equipe ficou com a 10° colocação. No segundo split ela conseguiu a classificação para os playoffs da LPL, mas caiu logo na primeira rodada após perder por 3-1 para a EDward Gaming.

Agora o ex-jogador profissional estará voltando para o seu país natal para cumprir o serviço militar obrigatório. A noticia foi dada pelo PentaQ, seguida de uma entrevista com o jogador no Weibo oficial do site. Na Coreia do Sul todos os homens devem cumprir 21 meses de serviço militar. Eles têm que fazer isso até os 27 anos de idade no máximo, e no momento Easyhoon possui 26 anos.

Ele não é o primeiro jogador profissional a ir cumprir o serviço. No começo deste ano, o jungler tricampeão mundial Bengi também anunciou que estaria indo cumprir com suas obrigações perante ao seu país.